Vereador de Bebedouro formaliza denúncia contra a Associação Mahatma Gandhi

Instituição afirmou que as ilações são recorte inapropriado da verdade

Vereador de Bebedouro formaliza denúncia contra a Associação Mahatma Gandhi

Foto: Divulgação - Vereador de Bebedouro viajou a São Paulo para apresentar denúncias ao Tribunal de Contas e Procuradoria de Justiça

Guilherme Gandini
Editor-Chefe

O vereador José Baptista de Carvalho Neto (SD), o Chanel, da cidade de Bebedouro, apresentou denúncia em três esferas contra a Associação Mahatma Gandhi, de Catanduva, organização de saúde responsável pela gestão da UPA nas duas cidades.

Em postagens nas redes sociais, Chanel disse ter protocolado representação na Promotoria de Justiça de Bebedouro, requerendo investigação de eventuais atos de improbidade administrativa e irregularidades na execução do contrato mantido pela Prefeitura com a associação, na gestão do atual prefeito Lucas Seren e do ex-prefeito Fernando Galvão.

“Quero agradecer a todos que de forma direta ou indireta contribuíram com o nosso trabalho em busca de transparência nos atos públicos e agradecer o incentivo que venho recebendo da população por onde ando, por estar enfrentando mais esse desafio”, declarou.

Ele também afirmou ter formalizado a denúncia no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. “Essa representação tem por objetivo comunicar a possível ocorrência de prejuízos aos cofres municipais, através de atos praticados na execução do contrato de gestão.”

Ainda em São Paulo, Chanel fez a terceira representação relacionada à Associação Mahatma Gandhi com protocolo na Procuradoria de Justiça do Estado. “Agora se refere apenas aos atos praticados pelo atual prefeito Lucas Seren, visando à apuração de eventual crime de responsabilidade. Não vamos recuperar as vidas perdidas de nossos entes queridos causadas pela má gestão, mas vamos restabelecer a transparência dos atos públicos.”

A reportagem do Jornal O Regional tentou contato com o vereador Chanel em seu telefone particular para obter mais detalhes sobre as acusações feitas por ele, mas não obteve retorno.

PAGAMENTOS ILEGAIS

Em vídeo nas redes sociais, o vereador de Bebedouro aponta como ilegais pagamentos feitos pela Associação Mahatma Gandhi a empresas de outras cidades, inclusive de Catanduva, com recursos da UPA de Bebedouro. O parlamentar classifica como “desvios de finalidade” os gastos apresentados pela Mahatma Gandhi em suas prestações de contas.

Procurada, a Associação Mahatma Gandhi afirmou que “as ilações do vereador são recorte inapropriado da verdade” indicando que ou ele desconhece a matéria ou agiu com maldade para fins meramente eleitorais. A instituição esclareceu que conforme regra do Tribunal de Contas, seus custos são compartilhados e rateados entre os diversos contratos de forma proporcional ao número de empregados em cada projeto, como forma de contrapartida pelos serviços.