Terapeuta inova com Massagem da Fertilidade para mulheres com dificuldade de engravidar

Três candidatas participaram das sessões de massagens e conseguiram engravidar

Terapeuta inova com Massagem da Fertilidade para mulheres com dificuldade de engravidar

Foto: ARQUIVO PESSOAL - Método criado pela esteticista Maria Cecília favorece equilíbrio hormonal

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicado em 12/12/2021

A esteticista e terapeuta especializada em drenagem linfática Maria Cecília Borges Terron Cotrim, de Catanduva, lançou um novo método de massagem para estimular a ovulação. É a chamada 'Massagem da Fertilidade', direcionada mulheres com dificuldade para engravidar.

A novidade é resultado de longo período de estudos. “Gosto muito de estudar sobre massoterapia. Em uma das minhas pesquisas, descobri que a massagem pode estimular a ovulação. Foi então que pense nas mulheres que desejam engravidar e não conseguem”, conta.

A partir daí, Maria Cecília desenvolveu um protocolo e convidou mulheres voluntárias através das redes sociais. Três candidatas participaram das sessões de massagens e todas conseguiram engravidar – uma delas já cogitava o procedimento cirúrgico.

“De um lado o ovário ovulava, mas as trompas eram invertidas. Do outro lado, o ovário não ovulava. Decidimos fazer o protocolo no ovário que não ovulava durante 3 a 6 meses. No quarto mês, ela sentiu a ovulação. Estou muito feliz e emocionada, a bebê terá meu nome”, celebra.

A técnica, segundo a esteticista, consiste em manobras que ajudam a produzir relaxamento, contribuem para a liberação de endorfina, diminuem o nível do hormônio cortisol e, portanto, diminuem o estresse de quem passa por esse momento tão delicado. Os movimentos ainda contribuem para a redução dos níveis de glicose e de insulina no sangue da mulher, o que favorece o equilíbrio dos hormônios femininos, beneficiando, dessa forma, a ovulação.

Em trajetória, Maria Cecília já havia inovado no mercado de massagem ao criar e registrar o método Skin Detox, após muita pesquisa e testes, seguida pela análise comparativa das técnicas tradicionais. Para mais informações, o contato é 17 98818-8221 e 99166-6555.