Repasses para combate à Covid-19 na Santa Casa de Santa Adélia ultrapassam R$ 2,5 milhões

Montante auxilia pagamento de despesas com médicos, plantonistas e funcionários

Repasses para combate à Covid-19 na Santa Casa de Santa Adélia ultrapassam R$ 2,5 milhões

Foto: DIVULGAÇÃO - Recurso auxilia pronto atendimento e unidade de síndrome gripal

Da Reportagem Local

A Prefeitura de Santa Adélia contabiliza mais de R$ 2,5 milhões em repasses feitos à Santa Casa de Misericórdia do município para o combate à Covid-19. As liberações são feitas mensalmente para auxiliar no pagamento de médicos, plantonistas e funcionários.

“O trabalho desenvolvido por toda diretoria e funcionários da Santa Casa é digno de muitos elogios. Enquanto muitos municípios estão com sérias dificuldades, nós, unindo forças, estamos conseguindo seguir em frente, com atendimento humanizado e cada vez de mais qualidade, além de investimentos em infraestrutura e aparelhos”, destaca o prefeito Guilherme Colombo da Silva.

Além do convênio e do repasse SUS, a Prefeitura também está repassando um incremento temporário ao custeio dos serviços de assistência hospitalar e ambulatorial para apoio no combate a Covid-19 em pronto atendimento e unidade reparatória de síndrome gripal, cobertura de despesas com o pagamento de prestação de serviços de terceiros, pessoal e material de consumo (medicamentos, material médico hospitalar, material descartável, material de limpeza e oxigênio).

“Todos têm conhecimento da difícil situação que o país está enfrentando devido à pandemia da Covid-19. Por isso, a Prefeitura, Secretaria da Saúde e Santa Casa estão buscando soluções em conjunto para melhorar o atendimento da população”, disse.

O prefeito diz ainda que a Unidade Sentinela para Síndrome Gripal - a Tenda é gerenciada pela Santa Casa.

“O local precisa ter médicos e equipe especializada durante todo o tempo que estiver aberto, atendendo os pacientes. A demanda por exames, consultas, medicação, material aumentou muito, e como somos parceiros, nos unimos para oferecer melhores condições.”