Personal trainer explica benefícios do exercício físico para a saúde

Profissional destaca motivos para praticar exercícios e usufruir de uma vida mais produtiva

Personal trainer explica benefícios do exercício físico para a saúde

Foto: ARQUIVO PESSOAL - Welker Silva fala sobre a importância do acompanhamento profissional

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local
Publicado em 05/01/2022

Quem nunca iniciou o ano com a promessa de aderir à atividade física e hábitos saudáveis? O personal trainer Welker Silva elenca os principais motivos para seguir firme nesse propósito e usufruir de uma vida saudável e produtiva.

“A prática regular de atividade física é capaz de melhorar a circulação sanguínea, fortalecer o sistema imunológico, ajudar a emagrecer, diminuir o risco de doenças cardíacas e fortalecer os ossos entre outros benefícios. Além disso, praticar atividade física após os estudos é uma ótima estratégia para consolidar o aprendizado, devido ao aumento da circulação sanguínea cerebral e produção de catecolaminas, como a noradrenalina e dopamina, que são substâncias essenciais para a memória, sendo essencial para aqueles que pretendem passar em concursos ou vestibulares.”

Welker orienta qual a frequência de exercícios mais adequada. “Podemos considerar que existem praticantes iniciantes, intermediários e avançados. Para os iniciantes é interessante tomar muito cuidado para que não passe dos seus limites físicos, pois isso pode acarretar consequências não desejadas. Pensando nisso, é aconselhado que o iniciante comece praticando uma caminhada leve/moderada de 30 a 40 minutos, sendo de 2 a 3x semanas, assim vale também para quem pretende frequentar uma academia de musculação, já podendo se considerar fisicamente ativo. Os intermediários podem ser mais ousados aumentando o tempo para 50 a 60 minutos sendo de 4 a 5x semanais. Para os avançados uma dose diária de exercício de 60 minutos já é o suficiente para manter seu condicionamento físico.”

O personal trainer aponta, ainda, os cuidados necessários para prática de exercícios segura. “O primeiro passo é fazer um checkup para verificar se o corpo se encontra em perfeitas condições. Para pessoas com mais de 30 anos, é interessante realizar também um eletrocardiograma. O segundo passo é fazer uma avaliação com um professor de educação física e depois decidir quais exercícios pretende praticar, procurando sempre respeitar suas individualidades fisiológicas. É fundamental que se tenha o acompanhamento de um profissional qualificado para que a atividade física seja praticada com segurança.”

Por fim, Welker alertando sobre a importância do acompanhamento profissional. “As lesões são o maior risco para quem se exercita sem a supervisão de um profissional. E isso acontece porque quem pratica atividade física sem orientação acaba fazendo exercícios de maneira inapropriada. Há também casos de pessoas que optam por atividades que estão além dos seus limites físicos. Porém, com o acompanhamento de um professor de Educação Física, essas “falhas” são eliminadas. Além de indicar as melhores atividades para as condições do praticante e corrigir a sua postura, esse profissional define a intensidade com a qual os exercícios devem ser realizados.”