Nutricionista de Catanduva dá dicas para manter alimentação saudável no inverno

Além do cuidado com a alimentação, Ana Carolina Ferreira Fumagalli destaca a importância da hidratação

Nutricionista de Catanduva dá dicas para manter alimentação saudável no inverno

Foto: Divulgação - Para auxiliar no cardápio do inverno, a nutricionista deu dicas sobre os caldos que podem ser incluídos no dia a dia


Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

O mês de julho é o mês mais frio do ano. Por conta do clima, muitas pessoas tendem a sentir mais fome nesse período. Isso é explicado fisiologicamente para manter o funcionamento do organismo, o corpo gasta mais energia, consequentemente, aumento do apetite.

“No inverno nosso corpo precisa aumentar o consumo de energia para manter a temperatura corporal, porém grande parte das pessoas aumentam a quantidade e dão preferência às refeições mais calóricas. Mas é possível fazermos escolhas saudáveis mesmo na estação mais gelada do ano”, explica a nutricionista Ana Carolina Ferreira Fumagalli.

Além do cuidado com a alimentação, ela destaca a importância da hidratação. “Com a baixa temperatura, é muito comum diminuir a ingestão hídrica. Porém precisamos nos atentar com o consumo adequado das hidratações, principalmente nos idosos. Os sinais de desidratações são: hipotensão arterial (pressão baixa), infecções no trato urinário, pedras nos rins, obstipação (dificuldade para evacuar); alteração no comportamento, como irritação, agitação e confusão mental. Não precisa ficar com sede para tomara água. Uma dica é estar com uma garrafinha cheia sempre por perto.”

Ana Carolina diz quais as frutas são indicadas para essa época. “Em cada estação do ano, algumas frutas se desenvolvem melhor e crescem em grande quantidade. Costuma-se dizer que é “a época” delas. Dessa forma, é mais fácil encontrá-las na feira ou mercado, e sua aparência e sabor são melhores. As melhores frutas para essa época são morango, abacate, kiwi, figo, uva, maracujá, caqui, banana, tangerina”, frisa.

Para auxiliar no cardápio do inverno, a nutricionista sugere caldos. “Eu sempre recomendo experimentarmos novos sabores e combinações, principalmente nos caldos. O ideal é utilizarmos uma fonte de proteína (peito de frango ou carne magra) e legumes", completa.

RECEITA

Segue algumas dicas para preparar uma sopa/caldo saudável: escolha um ingrediente para predominar o prato; controle a quantidade de sal, experimente novos sabores naturais (alho, cebola, salsinha, cebolinha, manjericão, coentro, alecrim, orégano, cúrcuma). Se não quiser um caldo muito ralo, controle a quantidade de água; inclua vegetais e hortaliças da época, pois têm melhor aroma e sabor; Refogue a carne e em seguida os legumes e depois acrescente a água; evite o uso de creme de leite, queijos gordurosos e farinhas para engrossar o caldo.

Evite acompanhamentos para o caldo, como pães de farinhas brancas. Pode fazer em grande quantidade e armazenar na geladeira por até 3 dias ou congele em porções diárias por até 3 meses. Atenção ao descongelar! Nunca faça troca de temperaturas bruscas. Descongele na geladeira antes de ser aquecida. Exemplos de combinações: caldo de frango com legumes e batata doce; caldo de mandioquinha com espinafre e frango e caldo de cenoura com gengibre.