No Dia Mundial da Saúde Mental, psicóloga alerta sobre importância de procurar ajuda especializada

Data visa estimular o bem-estar da mente e busca pelo tratamento adequado

No Dia Mundial da Saúde Mental, psicóloga alerta sobre importância de procurar ajuda especializada

Foto: Arquivo Pessoal - Psicóloga ressalta que é preciso ficar atento aos sinais de alerta do corpo

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local
Publicado em 10/10/2021

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado neste domingo, 10 de outubro, com a proposta de estimular o bem-estar da mente e a busca pelo tratamento adequado de pessoas com distúrbios mentais.

Em entrevista ao Jornal O Regional, a psicóloga Roberta D’Avanzo explicou a importância do cuidado com a saúde mental.

“A Organização Mundial de Saúde, OMS, aponta que o conceito de saúde é bem mais abrangente que a simples ausência de doença: é um completo estado de bem-estar físico, mental e social e, dessa forma, merece atenção em todas as suas vertentes. Para termos uma vida saudável, longa e com disposição, temos por hábito pensarmos em nossa saúde física, fazer exercícios físicos e ter uma alimentação saudável. Mas pouco adianta ter um corpo saudável se nossa saúde mental, a saúde da mente for negligenciada”

Segundo a profissional, é preciso alcançar constante harmonia entre saúde mental e física, pois a falta de cuidados com a saúde mental pode a prejudicar o organismo como um todo.

Ela destaca que, sem equilíbrio mental, podem surgir diversos transtornos, incluindo o risco de suicídio. “A falta de cuidados com a saúde mental pode levar ao desenvolvimento de transtornos relacionados à depressão, ansiedade, sintomas intrínsecos ao quadro, como tristeza profunda, isolamento social e falta de entusiasmo com a vida, abrindo as portas para outros males e podendo minar nossa qualidade de vida, além de aumentar suicídios, transtornos de humor, alimentares e do sono, bipolaridade, comportamentos compulsivos e obsessivos”.

Esse cenário, diz a especialista, vem inviabilizando o desenvolvimento de vidas humanas, causando falta de saúde e de equilíbrio emocional. “Cuidar da saúde mental é fundamental, visto que impacta diretamente na qualidade de vida da pessoa, no seu raciocínio, emoções, comportamentos e na maneira como se relaciona com os outros”, frisa.

Roberta fala sobre a importância de procurar ajuda especializada diante da vulnerabilidade mental e emocional.

“A psicologia oferece o auxílio que muitas pessoas precisam para lidar com a ‘montanha russa de sentimentos’ e emoções, vem oferecendo contribuições de suma importância para o enfrentamento de situações do dia a dia, ajuda a reverter esses quadros, melhora e cuida de sua saúde mental e, por consequência, do seu bem-estar físico e mental, pois temos que entender que nossa saúde mental também merece total atenção por estar diretamente ligada à nossa saúde física, ao nosso bem-estar e a nossa qualidade de vida.”

SINAIS DE ALERTA

Roberta D’Avanzo ressalta que é preciso ficar atento aos sinais de alerta que o corpo apresenta. “O maior sinal é quando, de alguma forma, temos a percepção que não estamos nos sentindo bem, embora seja importante ressaltar que cada um de nós temos interpretações diferentes dos nossos sentimentos, dores. Os aspectos que levarão cada pessoa a buscar ajuda profissional é muito particular, porém temos que nos atentar nos sintomas do nosso dia a dia.”

A busca por orientação e ajuda especializada, diz a psicóloga, é muito diferente de obter um conselho comum ou de um amigo.

“Não podemos ter o pensamento que só pessoas com sofrimento emocional intenso devem buscar por atendimento psicológico, a psicoterapia é um tratamento cujo objetivo é auxiliar, reconhecer estados afetivos, emocionais e comportamentais, compreender formas de lidar com as situações desconfortáveis em sua vida e de que forma que estas lhes causem menos sofrimento. Vale ressaltar a importância, que em função das circunstâncias atuais, haja uma conscientização por parte de todos a procurarem serviços psicológicos, para que o cuidado em saúde mental venha ressignificar sintomas de sofrimento mental e emocional.”