Hemonúcleo de Catanduva precisa de doações de tipagens negativas

O pedido foi feito, à nossa equipe, pela encarregada administrativa Marceli Mambelli

Hemonúcleo de Catanduva precisa de doações de tipagens negativas

Foto: DIVULGAÇÃO - Estoques do Hemonúcleo de Catanduva estão operando com 50% da capacidade

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local
Publicado em 17/10/2021

O Hemonúcleo de Catanduva precisa de reforço de todos os tipos sanguíneos, mas os tipos negativos estão com estoque mais crítico. O pedido foi feito à equipe do Jornal O Regional pela encarregada administrativa Marceli Mambelli.

Para facilitar o processo de doação foi desenvolvido pelo Hemonúcleo de Catanduva um sistema de agendamento para os doadores de sangue. Além de ajudar na organização dos postos de coleta, essa facilidade evita aglomerações e oferece mais segurança aos doadores e pacientes que são atendidos na unidade. Lembrando que, o agendamento não é obrigatório.

“Para nos ajudar e proteger o doador estamos agendando dia e horário para fazer as doações. Essa é mais uma ferramenta para aumentarmos o número de doação para quem tem vontade de ir doar, mas está com medo. O paciente será atendido no dia e horário marcado. É só ligar no Hemonúcleo e agendar”, destacou Marcelli.

Neste momento, os estoques do Hemonúcleo estão operando com 50% da capacidade. Devido à pandemia provocada pela Covid-19, houve diminuição do número de doadores e, consequentemente, do nível das reservas. O Hemonúcleo abastece os hospitais de Catanduva e outros vinte e três municípios da região.

Além do agendamento, o Hemonúcleo adotou medidas de prevenção para evitar a propagação da Covid-19 e garantir maior segurança aos doadores. Há distribuição de álcool em gel para todas as pessoas que chegam ao local, além do distanciamento entre as cadeiras da coleta para evitar contato físico entre doadores.

Também há uma abordagem na recepção para verificar se os voluntários estão com algum sintoma associado à gripe ou resfriados. Essas pessoas são orientadas a realizar a doação em outro momento.

COMO SER DOADOR

Homens e mulheres com idade a partir de 18 até 69 anos podem se tornar doadores. Jovens com idade entre os 16 e 17 anos são aceitos na doação se acompanhados dos pais ou do responsável legal. Após os 60 anos, ambos os sexos, podem doar a cada seis meses (duas vezes por ano). O doador deve estar em boas condições de saúde (sem gripe, resfriado, diarreia ou alergias), sem feridas ou machucados pelo corpo ou na boca.

Os doadores devem pesar mais de 50 quilos e estarem alimentados (o doador não deve estar em jejum), mas as refeições feitas devem ser leves e não gordurosas nas últimas quatro horas que antecedem a doação. O doador também não deve ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas que antecedem a doação e não devem ter fumado nas duas horas que antecedem a doação.

Aqueles que tenham feito exame de endoscopia há mais de seis meses também são bem-vindos nas doações.

Entre os impedimentos temporários para a doação estão os das pessoas resfriadas, mulheres grávidas, que estão amamentando. Aqueles que fizeram tatuagens nos últimos 12 meses também ficam impossibilitados de doarem.

Em caso de situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis o indicado é aguardar 12 meses para realizar a doação de sangue. Já entre os impedimentos definitivos estão os daqueles que contraíram hepatite após os 11 anos, ou Aids, doenças associadas aos vírus HTLV e doença de chagas. Além de pessoas que usam drogas e pessoas com malária.

Para realizar o agendamento e contribuir com os estoques, basta entrar em contato pelo telefone (17)3522-7722. O Hemonúcleo fica localizado na rua 13 de Maio, nº 974, no Centro de Catanduva. O horário de funcionamento é das 7h às 13h, de quarta-feira a domingo.