Gestantes imunizadas com AstraZeneca terão de tomar a segunda dose da Pfizer

Secretaria de Saúde diz que grupo tem cerca de 70 lactantes e cinco gestantes

Gestantes imunizadas com AstraZeneca terão de tomar a segunda dose da Pfizer

Foto: Divulgação - Segunda dose deve ser aplicada 12 semanas após a primeira, tanto a da AstraZeneca, quanto a da Pfizer

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

As gestantes e puérperas de Catanduva que tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca deverão completar o esquema vacinal com a segunda dose da Pfizer, conforme autorização do Programa Estadual de Imunizações (PEI).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 70 lactantes e cinco gestantes receberam a primeira dose da AstraZeneca. A segunda dose deve ser aplicada 12 semanas após a primeira, tanto a da AstraZeneca, quanto a da Pfizer.

O Ministério da Saúde anunciou no dia 26 de julho uma nova recomendação para a vacinação de gestantes e puérperas contra a Covid-19. Aquelas que receberam a primeira dose da AstraZeneca poderão tomar a segunda dose de outro tipo de imunizante para completar o ciclo vacinal. A preferência é que essa nova aplicação seja da vacina da Pfizer/BioNTech.

Para as grávidas e puérperas que ainda não se vacinaram, segue a orientação para que tenham a aplicação de doses sem o vetor viral, como CoronaVac ou Pfizer.