Dia Internacional de Atenção à Gagueira é celebrado nesta sexta-feira

Objetivo é informar às pessoas o que é o distúrbio e como ajudar no tratamento

Dia Internacional de Atenção à Gagueira é celebrado nesta sexta-feira

Foto: Arquivo Pessoal - Fonoaudióloga explica o que é a gagueira, os níveis e incidência

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local
Publicado em 22/10/2021

Nesta sexta-feira, dia 22 de outubro, é celebrado o Dia Internacional de Atenção à Gagueira. O objetivo da data é informar as pessoas sobre o que é a gagueira e como ajudar a tratar este que é considerado um distúrbio ou transtorno de fluência da fala.

Em entrevista ao Jornal O Regional, a fonoaudióloga Jaqueline Lourenço Cerom, explica o que é a gagueira, os níveis e incidência.

“A gagueira é uma alteração na fluência da fala que se dá de forma involuntária. Na gagueira há interrupções atípicas no fluxo da fala como tensões corporais e faciais, bloqueios, prolongamentos. A incidência da gagueira é de 5%, ou seja, contudo há grande taxa de recuperação (por volta de 80%). A incidência da gagueira permanente é de 1% na população adulta.”

Jaqueline detalha ainda as causas do problema. “Ao longo dos séculos, uma variedade de teorias sobre a origem da gagueira têm sido propostas. Atualmente, um modelo multifatorial para a transmissão genética é mais admissível. Há um maior risco para a gagueira quando existe um histórico familial positivo, ou seja, quando há outro familiar com gagueira. Ela ocorre em ambos os gêneros, contudo é mais frequente no gênero masculino (dois meninos: uma menina). A ocorrência de gagueira entre os parentes de primeiro grau gagos é três vezes maior do que na população em geral. O gênero masculino com o pai afetado é a categoria com maior risco para a gagueira (cerca de 30 %).”

A fonoaudióloga finaliza falando sobre o tratamento. “O diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento sob a orientação de um fonoaudiólogo são medidas fundamentais para o tratamento da gagueira. A terapia fonoaudiológica varia de acordo com a faixa etária e os sintomas do paciente. São investigadas demais alterações que possam ocorrer concomitantes a gagueira, e dentre elas destaco as desordens do processamento auditivo, visto que 92,8% destes pacientes apresentam tal alteração associada. Na terapia são utilizadas técnicas voltadas ao ritmo, à melodia, aos ajustes na produção da fala e na coordenação. Enfim, importante lembrar que gagueira não tem graça, tem tratamento.”

ORIGEM DA DATA

O Dia Internacional de Atenção à Gagueira surgiu em 1998, uma iniciativa conjunta da International Fluency Association (Associação Internacional da Fluência - IFA) e International Shuttering Association (Associação Internacional de Gagueira - ISA).

O Brasil participa das campanhas do Dia Internacional de Atenção à Gagueira desde a primeira edição. Os principais núcleos que promovem esta data no país são a Associação Brasileira de Gagueira (Abra Gagueira) e o Instituto Brasileiro de Fluência.