Cresce número de empresas que mantêm plano de saúde dos colaboradores

Período de pandemia fez com que as empresas buscassem melhores valores

Cresce número de empresas que mantêm plano de saúde dos colaboradores

Foto: DIVULGAÇÃO - CEO da Amarq valoriza equilíbrio para empresa e colaboradores

Da Reportagem Local

Diante de um cenário de maior recessão econômica, no qual muitas empresas têm reduzido custos até mesmo em benefícios aos colaboradores por conta da pandemia da Covid-19, companhias decidiram manter ou implementar o pagamento de planos de saúde corporativos.

A informação é da Amarq, consultoria especializada em gestão de benefícios com foco em inteligência em saúde e bem-estar, que avalia um crescimento de 50% na quantidade de vidas atendidas pelas corporações.

O plano de saúde de funcionários é atualmente a segunda maior despesa das empresas – perdendo apenas para a folha de pagamento.

Na Amarq, em 2021, são mais de 100 mil vidas acolhidas por intermédio das soluções apresentadas às empresas e seus colaboradores. Até dezembro de 2019, antes do início do período pandêmico, a carteira de clientes girava em torno de 50 mil vidas administradas.

Um dos fatores essenciais para este crescimento, além da preocupação das empresas em manter seus funcionários providos de plano de saúde, é a busca ativa realizada pela Amarq por maiores descontos nos valores das operadoras permitindo que as empresas não deixem funcionários desassistidos.

“Todo ano a Amarq vai ao mercado em busca dos melhores benefícios com a realização de um estudo de inteligência de utilização x sinistro. Com atendimento personalizado para cada empresa e, desta forma, apresentando as melhores práticas que o mercado e as regulamentações podem trazer para os empresários, sempre pensando no bem-estar dos colaboradores e nos resultados financeiros das organizações, mantendo um equilíbrio que o momento dessa pandemia requer”, afirma a CEO Mariana Marques.