Com menos leitos Covid, Hospital Emílio Carlos atinge 100% de ocupação na UTI SUS

No período mais grave da pandemia, setor chegou a 35 leitos em funcionamento

Com menos leitos Covid, Hospital Emílio Carlos atinge 100% de ocupação na UTI SUS

Foto: Comunicação / FPA - Hospital reduziu número de leitos a partir da diminuição do contágio

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicado em 15/11/2021

Operando com apenas 10 leitos de UTI exclusivos para pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19, o Hospital Emílio Carlos alcançou 100% de ocupação da ala na sexta-feira, 12. No período mais grave da pandemia, o setor chegou a 35 leitos em funcionamento.

De acordo com levantamento feito pelo Jornal O Regional, o número de leitos foi reduzido para 15 unidades no início de outubro. Outras cinco vagas foram retiradas por volta do dia 3 de novembro. Os dados constam nos boletins diários divulgados pela Prefeitura de Catanduva.

De lá pra cá, a ocupação da UTI que era de 60% no dia 3, passou para 90% no dia 5, baixou para 80% no dia 8 e para 30% no dia 10, até a nova alta recente, alcançando seu limite. Já na Enfermaria, que também oferece 10 leitos aos pacientes do SUS, a ocupação é de 50%.

Desde o início da pandemia, Catanduva registrou 18.409 diagnósticos positivos da Covid -19, com 17.764 pacientes curados e 632 mortes.