Cirurgia para doação de córneas é realizada no Hospital São Domingos

Doador de 57 anos teve morte encefálica e família autorizou doação

Cirurgia para doação de córneas é realizada no Hospital São Domingos

Foto: UNIMED CATANDUVA - Equipe do Hospital de Base realizou procedimento de captação

Da Reportagem Local
Publicado em 02/10/2021

O Hospital Unimed São Domingos (HUSD), da Unimed Catanduva, registrou nesta sexta-feira, 1º de outubro, uma cirurgia para a doação de córneas. O doador, um homem de 57 anos, sofreu acidente vascular encefálico isquêmico (AVI), seguido de morte causada por parada cardiorrespiratória.

O paciente deu entrada na enfermaria da unidade hospitalar no dia 27 de setembro; seu quadro evoluiu para uma parada cardiorrespiratória, com morte confirmada no início da noite de quinta-feira, 30. A doação permitirá que uma ou duas pessoas tenham a chance de recuperar a visão.

A captação foi realizada pela equipe da Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital de Base de São José do Rio Preto e teve a participação do enfermeiro Diego Henrique de Souza e da técnica de enfermagem Pamela dos Santos Madeira, ambos do HUSD. O procedimento teve duração de aproximadamente 40 minutos.

“As córneas serão encaminhadas para o Banco de Olhos para uma nova avaliação. Em seguida, é encaminhado um formulário para a Central de Transplantes, onde se realiza a triagem para identificar um possível receptor”, explicou o enfermeiro James da Luz Rol, membro da OPO.

De acordo com o profissional, a doação poderá beneficiar até duas pessoas. “O transplante é indicado quando a córnea do paciente receptor perde a sua transparência, fica opaca. São pessoas com ceratite (inflamação da córnea) ou úlcera (infecção ocular). Algumas doenças também podem levar ao transplante da córnea, como a ceratocone”, detalhou.

É importante ressaltar que, assim como quando ocorre a doação de órgãos, a doação de córneas só é permitida com autorização da família, após a confirmação da morte. A pessoa que deseja ser doadora precisa avisar a família sobre a sua vontade.

PACIENTE

O doador era casado e deixa a esposa e três filhos. O sepultamento será em Catanduva. Um dos filhos, que preferiu não se identificar, disse que a família optou pela doação com a intenção de ajudar o próximo, enfatizando a citação bíblica: "Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e todo o teu entendimento; e amarás o teu próximo como a ti mesmo."