Catanduvense é vacinada com lote da CoronaVac interditado pela Anvisa

A Prefeitura de Catanduva não respondeu aos questionamentos

Catanduvense é vacinada com lote da CoronaVac interditado pela Anvisa

Foto: PREFEITURA DE CATANDUVA - Aplicação ocorreu no dia 2 de agosto, no drive-thru do Aeroporto

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

O Ministério da Saúde anunciou na última segunda-feira, dia 6, que os 25 lotes da vacina CoronaVac interditados cautelarmente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último sábado (4) foram bloqueados no Sistema de Insumo Estratégico da pasta. O bloqueio visa impedir que as doses que tiveram o uso suspenso sejam movimentadas.

Os lotes que estão suspensos pela Anvisa são: J202106025, J202106029, J202106030, J202106031, J202106032, J202106033, H202106042, H202106043, H202106044, J202106039, L202106048.

Em nota, o Ministério da Saúde declarou ainda que as doses interditadas que já foram distribuídas ou aplicadas "estão sendo rastreadas pelas equipes técnicas responsáveis e serão monitoradas e controladas até a decisão final da Anvisa.”

Uma das leitoras do Jornal O Regional, que pediu para não se identificar, alegou que recebeu a primeira dose de um dos lotes suspensos. A aplicação ocorreu no dia 2 de agosto, no drive-thru do Aeroporto. O número do lote registrado na carteira de vacinação é o de J202106032.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde solicitando posicionamento sobre o caso. Foi questionada também a quantidade de pessoas que receberam a vacina dos lotes bloqueados. Não houve resposta até o fechamento desta edição.