Catanduva registra queda de 67% nos casos de dengue em julho

Foram 13 confirmações no mês passado, ao passo que em 2020 foram 40

Catanduva registra queda de 67% nos casos de dengue em julho

Foto: DIVULGAÇÃO - Avaliação de Densidade Larvária, ADL, revela que Catanduva apresentou declínio em relação à infestação do mosquito transmissor da dengue

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

Catanduva registrou queda nos casos dengue no mês de julho em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a redução significativa no índice teve como fatores predominantes as campanhas de conscientização, as visitas de bloqueio e a nebulização.

Dados do boletim epidemiológico apontam que em julho deste ano foram registrados 13 casos positivos, ao passo que em 2020 foram 40 diagnósticos, uma queda de 67%.

“O setor tem realizado diversas ações visando a queda no número de casos no município. A se destacar a contratação de mais funcionários para ações de visita casa a casa. O trabalho conjunto com o Meio Ambiente e a Secretaria Municipal de Obras para a retirada de materiais volumosos, além das ações educativas direcionadas, que possibilitaram resgatar a temática dengue, junto a empresas e instituições de ensino”, explica Diego Palmieri, responsável pelas ações educativas do EMCAa.

Segundo ele, apesar da queda de casos, os cuidados devem ser redobrados nesta época do ano. “A maior vigilância é a partir deste mês, pois se dará início ao período de chuva e com o retorno da população ao trabalho presencial, a atenção aos locais que podem vir a parar água deve ser redobrada. Por isso pedimos à população que busque as unidades de saúde em caso de sintomas, realizem o teste sorológico quando o mesmo for requerido pelo médico e avise o setor caso o resultado seja positivo. Isso ajuda demais o trabalho das equipes em campo.”

Palmieri completa falando das ações realizadas. “Neste mês de julho fizemos ação junto aos ônibus circulares municipais, distribuímos tapa ralos e panfletos nas cestas básicas da Secretaria de Educação, Assistência e Fundo Social, fechamos uma importante parceria junto aos protetores de animais para ações direcionadas a este público. A partir deste mês fechamos com o 6º Catanduva Rockfest em parceria com a Cultura na exibição de um vídeo orientativo antes da apresentação das bandas.”

ADL

A mais recente Avaliação de Densidade Larvária, ADL, revela que Catanduva apresentou declínio em relação à infestação do mosquito transmissor da dengue. Enquanto que em abril, o percentual ficou em 4,6%, agora em julho chegou a 1,3%. O estudo é feito pela Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti (EMCAa).