Campanha de Multivacinação é prorrogada até 30 de novembro em Catanduva

São 18 tipos de vacinas disponíveis que protegem contra mais de 20 doenças

Campanha de Multivacinação é prorrogada até 30 de novembro em Catanduva

Foto: DIVULGAÇÃO - Podem atualizar a carteira vacinal crianças e adolescentes até 14 anos

Da Reportagem Local
Publicado em 10/11/2021

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, prorrogou a Campanha de Multivacinação até o dia 30 de novembro. A ação consiste em atualizar a carteira vacinal de crianças e adolescentes até 14 anos. Na campanha de multivacinação também é possível retirar a declaração de situação vacinal utilizada para as matrículas e rematrículas escolares. A ação terminaria no dia 29 de outubro.

São 18 tipos de vacinas disponíveis que protegem contra mais de 20 doenças: Hepatite A e B; Pentavalente; Poliomelite; Pólio oral; Rotavírus; Pneumocócica 10; Meningocócica C; Febre Amarela; Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); DTP e Varicela. Todos os imunizantes fazem parte do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Durante a campanha, pais ou responsáveis devem levar os menores, com a caderneta de vacinação, à unidade de saúde mais próxima de sua residência. Os profissionais avaliarão quais doses deverão ser aplicadas. O horário de funcionamento é das 8h às 17h.

Paralelamente ao movimento de multivacinação, acontece a Campanha de Vacinação Contra Covid-19 em três locais: Secretaria Municipal de Saúde, 255, Centro, e no CAIC, localizado na rua Antônio Zancaner, 630, Solo Sagrado. Nesses pontos, o horário de atendimento é das 7h às 16h.

Já no drive-thru do Recinto de Exposições João Zancaner, o horário de atendimento é das 7h às 19h, de segunda a sexta. Aos sábados, o plantão de vacinação funciona das 8h às 13h.

O público apto a se vacinar contra a Covid-19 é: 1ª dose em pessoas acima de 12 anos; 2ª dose para pessoas com vacina atrasada ou já agendada; Dose reforço para idosos acima de 60 anos e trabalhadores da saúde que tenham tomado a segunda dose há pelo menos seis meses e imunossuprimidos maiores de 18 anos, que tenham completado o esquema vacinal há 28 dias.