Brasileiro tende a ter 75% mais estresse no final do ano, diz especialista

Cardiologista alerta para cuidados com a saúde do coração nessa época

Brasileiro tende a ter 75% mais estresse no final do ano, diz especialista

Foto: DIVULGAÇÃO - Cardiologista recomenda moderação no consumo de doces e bebidas alcoólicas

Da Reportagem Local
Publicado em 17/12/2021

O mês de dezembro chegou e com ele o cansaço de um ano inteiro, as contas apertam um pouco mais, somam-se as perdas e chegam as expectativas. Mas também é época de celebrar.

O cardiologista Rodrigo Serpa Sestito explica que, como um ritual de passagem, as pessoas ‘se dão’ direito aos excessos alimentares, bebidas alcoólicas, além de noites mal dormidas e o famoso estresse.

O especialista destaca que, conforme estudo da International Stress Management Association do Brasil (Isma-BR), o nível de estresse dos brasileiros tende a ser 75% maior nesta época quando comparado aos outros períodos do ano.

Entre os motivos estão o aumento das contas, o acúmulo de tarefas, questões emocionais como a morte de um parente querido, as reflexões e cobranças em relação ao ano que passou e o que está por vir.

“É importante que as pessoas tenham em mente que, além de equilíbrio diante dos banquetes, é preciso respeito, acolhimento e cuidado com as emoções e sentimentos que afloram de forma intensa. Outro fator de grande importância é com relação aos remédios de uso contínuo, que não podem ser interrompidos”, pontua o cardiologista.

Para quem quer aproveitar as festividades de final de ano sem ter nenhum problema de saúde, o médico destaca que a melhor forma de se cuidar e prevenir os excessos é recorrer ao bom senso. Equilibrar a alimentação, evitando o abuso de alimentos como pernil, peru, lombo e seus acompanhamentos, maionese, farofa e molhos, é um passo importante para se manter saudável.

“Esses alimentos são muito saborosos, mas são ricos em sal e gorduras e não devem ser consumidos em excesso. Opções como as castanhas, nozes e amêndoas, são excelentes fontes de vitaminas e minerais”, analisa.

Outro alerta importante é o cuidado ao consumir doces e bebidas alcoólicas em excesso. As sobremesas apresentam teor elevado de açúcares e gorduras, promovendo inflamação e toxicidade ao corpo, além do ganho de peso. Enquanto a bebida promove efeitos deletérios ao organismo como distúrbios digestivos, cardiovasculares e alterações cognitivas.

“Eu sempre indico aos meus pacientes que procurem intercalar a bebida alcoólica com água, pois estar hidratado garante o bom funcionamento do organismo e mantém sua disposição para as atividades diárias. Outra recomendação é ingerir frutas, que oferecem refrescância e auxiliam com a diurese adequada, essencial para a prevenção da pressão alta”, complementa.

Por último, o especialista enfatiza: “Não deixe de tomar nenhuma das medicações habituais! Fim de ano é tempo de comemoração, mas não se pode deixar a saúde de lado. Aproveitem a família e tenham sabedoria”.