700 catanduvenses não voltaram para tomar segunda dose da vacina contra a Covid-19

Secretaria de Saúde tem utilizado estratégias para convocar os faltosos

700 catanduvenses não voltaram para tomar segunda dose da vacina contra a Covid-19

Foto: DIVULGAÇÃO - Para receber a segunda dose, basta comparecer ao ponto de vacinação com o cartão de imunização

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

Dados da Secretaria Municipal de Saúde indicam que 700 catanduvenses não voltaram aos postos para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Somente com as duas doses é que a imunização fica completa.

“Utilizamos várias estratégias para diminuir esse número, ligações telefônicas, envio de mensagens, ponto de vacinação aberto aos sábados e, mesmo assim, estamos tendo dificuldades. Pedimos a todos que olhem seu cartão de vacina e a data agendada para a segunda dose e mesmo que já tenha passado o prazo, procure o mais rápido possível um dos pontos de vacinação mais próximo para receber a segunda dose. Fica o meu apelo, porque só iremos conseguir combater com sucesso à Covid-19 quando a maioria da população estiver com o esquema vacinal completo”, destaca a secretária de Saúde, Cláudia Monteiro Ferrazzi Ferreira.

De acordo com o Ministério da Saúde, a maioria das vacinas contra a Covid-19 testadas e já aprovadas necessita de duas doses para conferir uma taxa de proteção aceitável.

Aqueles que tomaram uma dose da vacina correm mais risco de se infectar, em comparação com pessoas que completam o esquema vacinal. Com mais vírus circulando, cresce a chance de surgir novas variantes.

Ainda de acordo com a pasta, a primeira dose provoca um estímulo da resposta do nosso sistema imune e a segunda dose ajuda a prolongar essa proteção. Mesmo fora do prazo é preciso completar a imunização para obter uma boa resposta imune.

Para receber a segunda dose, basta comparecer ao ponto de vacinação com o cartão de imunização onde indica a data que tomou a primeira dose.