12% de mortes por câncer de mama podem ser evitadas com atividades físicas

Personal trainer destaca importância da rotina de exercícios para prevenir e tratar o câncer

12% de mortes por câncer de mama podem ser evitadas com atividades físicas

Foto: DIVULGAÇÃO - Segundo educador físico, o importante não é o tipo de atividade, mas sim a frequência e a disciplina em manter a rotina

Da Reportagem Local
Publicado em 28/102/2021

De aproximadamente 66 mil mulheres que devem receber diagnóstico positivo para o câncer de mama neste ano, segundo a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA), 12% podem sobreviver à doença se forem praticantes de atividades físicas. Os dados são de uma pesquisa publicada pela revista científica interdisciplinar britânica Nature.

A pesquisa mostra a importância dos exercícios como aliados na prevenção e combate à enfermidade. De acordo com o estudo, a razão está na produção de hormônios femininos, como estrogênio, que estimula a produção das células nas mamas.

Se uma delas estiver doente e a produção de estrogênio estiver desregulada, o resultado pode ser o desenvolvimento do câncer. Por outro lado, quando a paciente pratica a atividade física, os níveis são controlados, reduzindo os riscos.

“O câncer de mama é, infelizmente, uma das doenças que mais mata mulheres atualmente. Apesar dos tratamentos eficazes, é sabido que a taxa de mortalidade ainda é elevada, e, por esta razão, a prática de atividade física se torna ainda mais fundamental”, comenta o personal trainer, educador físico, coach e personalidade na internet, Tauan Gomes.

Segundo ele, o importante não é o tipo de atividade, mas sim a frequência e a disciplina em manter a rotina. “Busque algo que te satisfaça e que você tenha disponibilidade em praticar pelo menos três vezes na semana, como caminhada, bicicleta, academia, dança, etc.”