“Foi como se a esperança se renovasse naquele momento”, diz enfermeira ao vacinar pai contra a Covid

Eldo celebra alegria em dose dupla após receber imunizante pelas mãos da filha

“Foi como se a esperança se renovasse naquele momento”, diz enfermeira ao vacinar pai contra a Covid

Foto: DIVULGAÇÃO - Eldo Pansa recebeu o imunizante pelas mãos da própria filha

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

“No momento em que pude ter o prazer e privilégio de vacinar meu pai, foi como se a esperança se renovasse naquele momento.” Essa é a frase que a enfermeira Mariana Pansa usou para descrever a sensação em ter vacinado o pai contra a Covid-19.

Diante do atual cenário, muitos almejam receber a vacina contra a doença. A dose de esperança traz ainda mais emoção quando aplicada por alguém que amamos. É o caso do Eldo Pansa, 62, que vai celebrar esse Dia dos Pais imunizado e com alegria em dose dupla ao lembrar que recebeu o imunizante pelas mãos da filha.

“Nunca que eu poderia imaginar que na passagem por esta vida seria imunizado pela minha própria filha. Agradeço a ela como sendo uma excelente e responsável profissional da saúde”, destaca.

A enfermeira também falou sobre a sensação. “Desde o início da pandemia passamos por momentos tão difíceis, medo, e eu enquanto profissional da saúde estando tão próximo de tudo que estava acontecendo e, ao mesmo tempo, tão distante. No momento em que pude ter o prazer e privilégio de vacinar meu pai, foi como se a esperança se renovasse naquele momento, um misto de alegria, alívio e amor mesmo sabendo que ainda não poderíamos deixar de seguir as medidas de restrição.”

Ela frisa de forma veemente a importância da vacinação. “Aproveito para ressaltar a importância que todos se vacinem, a vacina é segura, eficaz e imunizados vamos poder compartilhar momentos de amor e alegria com nossos pais e familiares. Vacina sim!”