• Daniele Jammal

Unidades da FPA realizam Semana do Aleitamento Materno

Primeira atividade será o V Simpósio de Amamentação, com transmissão online

Foto: DIVULGAÇÃO - Bebês até os seis meses de idade devem ser alimentados somente com leite materno


Da Reportagem Local


A Fundação Padre Albino inicia nesta quinta-feira, dia 12, a Semana do Aleitamento Materno. A iniciativa é fruto de parceria entre o curso de Enfermagem do Centro Universitário Padre Albino/Unifipa, coordenação da Maternidade e Banco de Leite Humano do Hospital Padre Albino (HPA).


A primeira atividade será o V Simpósio de Amamentação, com transmissão online a partir das 19h30. Haverá participação das palestrantes graduandas de Enfermagem e integrantes da Liga Materno Infantil Maria Laura Macedo Leal e Ingrid Alves Jardim, que falarão sobre o tema 'Proteger a amamentação: Uma responsabilidade de todos'.

Na sequência, entre os dias 16 e 20, serão dadas orientações sobre o aleitamento materno para colaboradores da área Materno Infantil por alunas da Liga de Enfermagem, em parceria com a coordenação da Maternidade do Hospital Padre Albino, Flávia Herédia e coordenadora do Banco de Leite, Camila Redígulo. 


Para finalizar, no dia 19, haverá mesa-redonda com o tema 'Amamentação, Covid-19 e direitos sexuais e reprodutivos das mulheres', com as palestrantes, alunas e integrantes da Liga Materno Infantil Eduarda da Silva, Caroline Souza Ranzani, Mayara Cristina Artiolli Lopes, Sanieli Santos e Daniele Costa, moderado pela professora Luciana Braz de Oliveira Paes.


AMAMENTAÇÃO

Os bebês até os seis meses de idade devem ser alimentados somente com leite materno, não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo de água. Após essa idade, deverá ser dada alimentação complementar apropriada, mas a amamentação deve continuar até o segundo ano de vida da criança ou mais.


Amamentar os bebês imediatamente após o nascimento pode reduzir a mortalidade neonatal – aquela que acontece até o 28º dia de vida.


O aleitamento materno na primeira hora de vida é importante tanto para o bebê quanto para a mãe, pois, auxilia nas contrações uterinas, diminuindo o risco de hemorragia. E, além das questões de saúde, a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho.

4 visualizações0 comentário