• Daniele Jammal

PENEIRA FINA – 30/06/2021 – Quarta-feira

ACABOU! A partir da 00:00 hora de hoje, chegou ao fim um capítulo, entre tantos, da história de Catanduva, sobre um fato que nunca tinha ocorrido no município: o lockdown catanduvense. Foram críticas, xingamentos, e até alguns elogios. A Guarda Civil Municipal, uma das responsáveis pela fiscalização, sofreu muita pressão de todos os lados. Neste balaio, teve Comitê Técnico, prefeito anunciando e depois tendo que voltar atrás, conversa com o Ministério Público, carreatas, presidentes de Sindicato e Associação, etc, etc. Foi de tudo um pouco. Mas o mais importante: acabou, e agora segue a retomada de atividades.


TRÊS ETAPAS O plano de retomada das atividades no município, elaborado pela Prefeitura de Catanduva, é dividido em três etapas: a primeira começa hoje e prossegue até o dia 4 de julho. A segunda etapa vai de 05 a 11 de julho e a terceira e última etapa do plano, tem início no dia 12 e prossegue até o dia 18 de julho.


COMÉRCIO Para o comércio em geral, estão permitidas as atividades de entrega em domicílio (“delivery”), retirada do produto pelo cliente sem sair do carro (“drive thru”) e retirada do produto ou mercadoria pelo cliente na porta do estabelecimento (“take away”). O horário permitido é das 06:00 até às 21:00 horas. Neste mesmo esquema também irá funcionar bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres, até o dia 4 de julho.


AULAS DE INGLÊS Com a pandemia e o lockdown, o catanduvense teve que aprender inglês na marra. É “delivery”, “drive thru”, “take away”, “lockdown”, entre outros. Como diria o comendador José Alfredo, da novela Império: Ohh, my Good!


SUPERMERCADOS A partir de hoje os supermercados e congêneres poderão abrir, seguindo algumas regras e os protocolos sanitários. Hipermercados poderão ter 60 clientes no máximo; Supermercados serão 30 clientes no máximo; Mercados, 15 clientes no máximo; Minimercados, mercearias e congêneres serão 10 clientes no máximo. Já padaria, açougues, hortifrúti, loja de suplementos e similares poderão ter cinco clientes no máximo, dentro do estabelecimento.


ACADEMIAS Se Saúde é o que interessa, e o resto não tem pressa, os frequentadores das academias, estão de “cara fechada” com o prefeito padre Osvaldo, pois têm pressa em frequentá-las. Na primeira fase da retomada das atividades, a Prefeitura não permitiu a abertura de academias e clubes até o dia 4 de julho. Só poderão voltar às atividades, com 8 horas diárias, a partir do dia 5 de julho (segunda-feira). A galera da geração saúde está pensando em chamar o padre para participar de uma suave caminhada, de alguns quilômetros...


HASHTAG Ontem, desde o início da sessão da Câmara Municipal, na transmissão pela página do Facebook, os internautas invadiram os comentários usando as hashtags #AtoPelaCiência e #FicaSantaella.


SÓ FALE BEM Para alguns vereadores, percebemos que a imprensa boa é aquela que só tece elogios. Os (e as) nobres edis, como pessoas públicas, parecem não estar aceitando, ou “engolindo” as críticas relativas a sua atuação, ao seu trabalho. Como diria o saudoso Vicente Matheus: “quem entra na chuva, entra para se queimar...”


DOR NO BOLSO A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu ontem, aumentar em 52% o valor da bandeira vermelha patamar 2, taxa extra cobrada em junho na conta de luz. A partir de julho, a taxa passa de R$ 6,243 por 100 kWh consumidos para R$ 9,49 por 100 kWh. As bandeiras tarifárias são cobradas na conta de luz dependendo das condições de geração de energia no país. Quando as condições são favoráveis, não há cobrança (bandeira verde). Quando há problemas, são cobradas as bandeiras amarela, vermelha ou vermelha patamar 2, a mais alta. Mais uma vez, o bolso do catanduvense vai receber um “choque”.


NEGOCIAÇÃO Já foi divulgado nas redes sociais de O Regional, mas vale o registro aqui. O prédio do Grande Hotel de Ibirá está sendo negociado para venda. Empreendedores e médicos de São José do Rio Preto estariam interessados em montar um spa, uma clínica de reabilitação do corpo e da mente, que teria o nome de A Grande Casa de Cristal. O prédio, ou o que sobrou dele, construído em 1945, foi avaliado em R$ 10 milhões. Praticamente, uma “pechincha”. Alguém se habilita a tirar o talão de cheques....


A FRASE " No fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim”, (Fernando Sabino, escritor)

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo