• Daniele Jammal

PENEIRA FINA – 28/11/2021

Coluna – DOMINGO

ANIMAÇÃO

Na noite da última sexta-feira, o Sindicato dos Municipiários de Catanduva (Simcat) realizou o Jantar Dançante do servidor público municipal, no salão do Clube de Tênis, reunindo cerca de 1.000 convidados. A animação foi da banda Cadeia Nacional. O associado do Simcat tinha direito ao convite, bastando retirá-lo antecipadamente. E lógico que o prefeito Padre Osvaldo (PSDB) marcou presença, com muitos “flashes” pipocando em sua volta.

POPULARIDADE

Padre Osvaldo ainda desfruta de prestígio e muita popularidade com grande parcela do funcionalismo público municipal. Afinal, foi somente neste ano, em sua administração, que foi pago o “imbróglio” das diferenças salariais que começou na gestão do ex-prefeito Geraldo Vinholi, além de quitada a diferença do cartão alimentação. Com din-din no bolso, tudo fica mais calmo. Mas a população aguarda pelas prometidas obras e a vinda dos recursos.


POLÊMICA

As notas de ontem publicadas aqui na Peneira, sobre a vacinação, reverberaram nas redes sociais e aplicativos de mensagens. E como sempre, ambos os lados (a favor ou contra a vacina) defendendo seus pontos de vista. O debate é salutar. Ninguém aqui vai colocar uma “faca no pescoço e exigir que tome a vacina”. O ideal seria a pessoa estar consciente da importância da imunização e analisar todos os itens (os bons e maus), principalmente com a divulgação da vinda de uma 4ª onda da pandemia.


PASSAPORTE DA VACINA

Atualmente, para entrada nos eventos, as normas vigentes estipularam a adoção do chamado “Passaporte da Vacina”, com a obrigatoriedade da comprovação de esquema vacinal completo (duas doses ou dose única) para todos os participantes na portaria do evento. Para quem tiver tomado apenas uma dose ou for menor de 12 anos, é obrigatória a apresentação de teste negativo para Covid-19 do tipo PCR realizado até 48 horas antes, ou do tipo antígeno, feito até 24 horas antes do compromisso.


SAIU

O vice-presidente da Associação Mahatma Gandhi, Marcelo Fernandes dos Santos, deixou na semana passada o cargo na entidade. Em seu lugar entra Marcelo Bauab, que ocupava o cargo de 1º secretário na diretoria. Fernandes era considerado o braço direito do presidente, o médico Luciano Pastor e foi um dos responsáveis pela implantação do sistema de gestão de saúde pública em diversos pontos do país, com a criação da Organização Social em Saúde. Atualmente, Marcelo é proprietário de uma rádio FM e de uma revista social.


XEQUE-MATE

Até o final da tarde de sábado, ainda não estavam finalizadas as prévias do PSDB, mas lideranças tucanas afirmam que eventual derrota de João Doria nas prévias pode colocar em marcha um pacote para segurar Geraldo Alckmin no partido. O ex-governador tem dito a aliados que pretende migrar para o PSD, de Gilberto Kassab. Os tucanos consideram que ele preferirá ficar no PSDB se receber a proposta de ser candidato ao governo de SP pela sigla. Em caso de revés de Doria, eles dão como certo que Rodrigo Garcia (PSDB) toparia ser vice de Alckmin, ainda que sua candidatura já tenha sido homologada. Será???


ACORDOS ESCONDIDOS

O ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) procurou o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) para tentar atraí-lo para um acordo com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no estado. A ideia era que Alckmin mantivesse a candidatura ao governo de São Paulo. Com isso, Bolsonaro não lançaria um candidato no estado, favorecendo a migração dos votos de seus eleitores conservadores para o ex-governador. O objetivo comum dos dois poderia ser mais facilmente alcançado: a derrota do grupo de João Doria (PSDB) em SP, que terá como candidato o atual vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB).


ETANOL DIRETO

A Câmara aprovou (finalmente) a Medida Provisória da venda direta de etanol aos postos, sem atravessadores. Cada gota era obrigatoriamente entregue às distribuidoras, aumentando em 16% o preço final ao consumidor.

SONHO FINAL

Fez que foi e acabou não indo. Após dois anos insinuando candidatura a presidente, Luiz Mandetta decidiu se lançar para deputado, mas horas depois desistiu de desistir. Vai que consegue o que sempre quis: emplacar-se vice de algum candidato.


REVOGA O TÍTULO

Enquanto isso, na Câmara Municipal de Rio Preto, o vereador João Paulo Rillo (PSOL) propôs a revogação do decreto que concedeu o Título de Cidadão Honorário Rio-Pretense ao governador João Doria (PSDB), outorgado por decreto Legislativo de 30 de agosto de 2017. Na justificativa, o vereador enumera quatro ações do governador que considera prejudiciais aos moradores mais simples.


A FRASE

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade não há.” (Renato Russo, cantor e letrista, foi líder do grupo Legião Urbana)

23 visualizações0 comentário