• Daniele Jammal

PENEIRA FINA – 12/10/2021

Coluna – TERÇA-FEIRA

FERIADO

Hoje, dia 12 de outubro, feriado nacional. Conhecido e festejado por muitos como Dia das Crianças, na verdade tem caráter religioso, em comemoração ao dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, celebrada por católicos. Em 1954, o papa Pio XII tornou a data comemorativa no mesmo dia em que a imagem foi encontrada por pescadores no rio Paraíba, em 1717. O feriado em si foi decretado em 1980, com a publicação do decreto do general-presidente da República do país, João Batista Figueiredo.

DIA DAS CRIANÇAS

A comemoração do Dia das Crianças, no entanto, é ainda mais antiga que o feriado. Com idealização em 1920, a data passou a ser comemorada em 1960 quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a 'Semana do Bebê Robusto' e aumentar as vendas. Desde então a data registra grande movimentação no comércio infantil.


REPERCUSSÃO

A manchete do Jornal O Regional do último domingo, 'Juiz eleitoral dá prazo de 48h para defesa de Padre Osvaldo em ação sobre compra de voto', repercutiu na cidade, nas rodas políticas, nos aplicativos de mensagens e principalmente nas redes sociais, onde houve uma ampla discussão, alguns defendendo o padre e outros acusando-o.


COMENTÁRIOS

Alguns comentários, por assim dizer, infelizes, foram direcionados para a redação deste matutino, o que significa que noticiar os fatos que acontecem na cidade, agora, é quase um “sacrilégio” (não resistimos ao trocadilho). A matéria foi totalmente baseada na denúncia efetuada pelo Partido dos Trabalhadores, o que motivou uma ação do Ministério Público de investigação judicial eleitoral, paralelo a um inquérito policial.

ABUSO

No mês passado, o parecer do Ministério Público Eleitoral, feito pelo promotor André Luiz Nogueira da Cunha sugeriu a condenação de Padre Osvaldo (PSDB), do vice-prefeito Cláudio Romagnolli (PSDB) e do vereador Luís Pereira (PSDB), candidatos à época, com pagamento de multa, cassação do diploma e inelegibilidade por 8 anos por abuso de poder econômico. A investigação envolve suspeita de abuso de poder econômico, receitas e despesas não contabilizadas na prestação de contas, além da captação ilícita de voto.


48 HORAS

Muitos catanduvenses ao lerem a manchete do jornal, já pensaram... então o prazo termina no feriado? Não é bem assim. O juiz eleitoral José Roberto Lopes Fernandes estabeleceu o prazo de 48 horas para que todos apresentem alegações finais na ação de investigação judicial eleitoral que apura possível compra de votos na eleição de 2020. Outros dois dias serão concedidos ao Ministério Público. Mas a advogada de defesa, Cynthia Menegoli Carlessi, explica que o prazo terá início amanhã, quarta-feira, uma vez que as intimações foram feitas na sexta-feira, dia 8, com o feriado hoje, dia 12 e a suspensão do expediente na segunda-feira, 11. Explicado!


RECURSOS

Depois de todo o blá-blá-blá e mi mi mi, a realidade é que a decisão final vai demorar para acontecer. O motivo é simples: recursos e mais recursos. Independentemente do resultado aqui no município, qualquer uma das partes não irá concordar com a decisão, e irá recorrer, primeiro para São Paulo e depois para Brasília. Na “esquina do pecado”, as línguas de plantão dizem que é capaz de acabar o mandato e a decisão dos recursos ainda não estar definida. Será???


DIVERSÃO

Os municípios de Elisiário, Itajobi e Novais divulgaram programação especial em comemoração ao Dia das Crianças. As atividades são abertas ao público e têm o objetivo de promover diversão e alegria para a criançada. E em Catanduva? Apenas festas e comemorações realizadas por vereadores, ONGs e entidades, e por particulares, que merecem aplausos. A Prefeitura não divulgou e não realizou nenhuma programação especial.


SESSÃO

Em virtude do feriado de hoje, a Câmara de Vereadores de Catanduva realiza a 33ª sessão ordinária amanhã, a partir das 17h30. O Projeto de Lei que estima receita e despesas está na pauta e exige que a ordem do dia seja destinada apenas para discussão e votação do orçamento municipal de 2022, estimado em R$ 641 milhões.


EXTRAORDINÁRIA

O presidente do Legislativo, Gleison Begalli (PDT), convocou a 24ª reunião extraordinária para a mesma data, onde haverá discussão única do veto integral do prefeito Padre Osvaldo ao Projeto de Lei nº 105/2021, da vereadora Taise Braz, que cria o Programa 'Horta nas Escolas'.

MARCANDO PRESENÇA

O presidente da Diretoria Executiva da Fundação Padre Albino, Reginaldo Donizeti Lopes, e a diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti, foram a São José do Rio Preto na última sexta-feira, dia 8, para se encontrar com o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), em um evento de assinatura de autorização para ampliação de repasse, pelo Programa 'Mais Santas Casas', para os hospitais da região de São José do Rio Preto e para a Santa Casa rio-pretense, que irá receber R$ 20,6 milhões por ano.

CONVITE

Além do vice-governador, Reginaldo Lopes fez contatos com o secretário estadual da Saúde, o médico Jean Gorinchteyn, com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Carlão Pignatari (PSDB), e com o deputado federal Geninho Zuliani (DEM), quando os convidou para visitar a Fundação, além de expor as demandas da entidade.

A FRASE

“Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência.” (Augusto Cury, escritor e psiquiatra)

11 visualizações0 comentário