• Daniele Jammal

Inundações na Índia interditam ruas, arrastam pontes e matam 46

Muitas pessoas que ficaram ilhadas estão sendo resgatadas

Foto: REUTERS TV - Lavouras e vilarejos ficaram destruídos após as intensas chuvas fora de época


Agência Brasil/Reuters


Inundações desencadeadas por chuvas intensas fora de época arruinaram plantações, interditaram ruas e arrastaram pontes no norte da Índia, além de terem matado ao menos 46 pessoas, disseram autoridades nesta quarta-feira (20), enquanto aceleram os esforços para resgatar pessoas ilhadas.


Imagens aéreas mostraram rios cheios e vilarejos parcialmente submersos em áreas afetadas de Uttarakhand, um estado no Himalaia especialmente sujeito a inundações. Outras áreas também sofrem com as chuvas desta semana.


"Há uma perda enorme devido às inundações, as lavouras estão destruídas", disse o ministro-chefe Pushkar Singh Dhami à ANI, uma parceira da Reuters, depois de verificar os danos na noite de terça-feira.


"Os moradores estão enfrentando muitos problemas, as ruas estão inundadas, pontes foram varridas."


O número de mortos pode aumentar, disse S A Murugesan, autoridade da agência estadual de gerenciamento de desastres.


Imagens de autoridades da agência nacional de gerenciamento de desastres mostraram pessoas sendo salvas, depois de ficarem presas sob deslizamentos de terra.


O primeiro-ministro Narendra Modi disse no Twitter que ficou angustiado com a perda de vidas.


Em fevereiro, mais de 200 pessoas supostamente morreram em Uttarakhand, depois que marés de tempestade varreram uma usina hidrelétrica.


Outras regiões que sofreram após as chuvas incluem Kerala, estado do sul onde mais de 20 pessoas morreram devido a deslizamentos de terra.


No vizinho Nepal, pelo menos 43 pessoas morreram e 30 estão desaparecidas depois de três dias de chuvas intensas, disse a polícia nesta quarta-feira.


A estação anual de chuvas de monção na Índia costuma ir de junho a setembro.

12 visualizações0 comentário