• Daniele Jammal

Emílio Carlos é selecionado em projeto para reduzir infecção hospitalar em UTI

Iniciativa prevê redução de gastos públicos e fortalecimento da segurança do paciente

Foto: FPA - Os hospitais selecionados vão aprender a se organizar em rede, trabalhar de forma integrada, ouvir, inovar e trocar experiências com seus pares


Myllaynne Lima

Da Reportagem Local


Para reduzir em pelo menos 30% as infecções hospitalares relacionadas à assistência em saúde nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) de hospitais do SUS, o Ministério da Saúde selecionou 204 hospitais para o 'Projeto Saúde em Nossas Mãos'. A iniciativa ainda tem o objetivo de salvar vidas, reduzir gastos e fortalecer a segurança do paciente nas unidades.


O Hospital Escola Emílio Carlos foi selecionado pelo Ministério da Saúde. Durante os próximos 24 meses, com o apoio o Governo Federal, os hospitais selecionados vão aprender a se organizar em rede, trabalhar de forma integrada, ouvir, inovar e trocar experiências com seus pares. Eles receberão todo suporte técnico, educativo e metodológico para aprimorar suas práticas de segurança pelos hospitais do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS).


O projeto considera a realidade e a necessidade de cada unidade hospitalar, por meio de planos de ação pré-estabelecidos. Para isso, a participação dos profissionais é um elemento essencial.


Serão compostas equipes multidisciplinares nas diferentes áreas de interesse em torno da UTI, bem como a identificação de líderes de projeto em cada hospital.


O processo de seleção dos hospitais ocorreu de junho a julho deste ano e contou com 391 participantes, todos voluntários. Os interessados passaram por avaliação documental, análise de critérios, além de entrevistas e ranqueamento.


As instituições selecionadas também possuem Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH). Com isso, elas têm a função de apoiar as áreas na redução dos riscos de infecções relacionadas à assistência à saúde, como as da corrente sanguínea, do trato urinário e pneumonia relacionada à ventilação mecânica, por exemplo.


Essa seleção do 'Saúde em Nossas Mãos' mobilizou profissionais de UTI, Núcleos de Segurança do Paciente, Comissões de Controle de Infecção Hospitalar e as diretorias dos hospitais. O projeto utilizará uma metodologia colaborativa onde “todos ensinam e todos aprendem”.


Cada grupo de 34 hospitais será acompanhado por profissionais dos Hospitais de Excelência do PROADI-SUS (Hospital Albert Einstein, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital da Beneficência Portuguesa, Hospital do Coração, Hospital Moinhos de Vento e Hospital Sírio Libanês) e pelo Ministério da Saúde, responsáveis pela condução das sessões virtuais de treinamento, assim como o suporte contínuo e visitas.

13 visualizações0 comentário