• Daniele Jammal

Diretoria de Ensino nega boato sobre Covid após falta de professores na escola Figueiredo

Alunos tiveram apenas duas aulas regulares das sete previstas na quarta-feira

Foto: DIVULGAÇÃO/ARQUIVO - Contaminação de professores pelo novo coronavírus foi negada por dirigente de ensino


Guilherme Gandini

Editor-Chefe


A Diretoria de Ensino de Catanduva negou boatos envolvendo possíveis casos de Covid-19 entre professores da escola estadual Joaquim Alves Figueiredo, conforme denúncia recebida pela reportagem do Jornal O Regional. A história surgiu depois que duas salas do 9º ano tiveram menos aulas presenciais do que previsto, devido à ausência dos docentes na quarta-feira (11).


De acordo com o diretor da unidade Celso Ricardo Elias Costa, o professor de matemática está em teletrabalho aguardando o final da vigência de espera de 14 dias a partir da segunda dose da vacina contra Covid, com retorno presencial no dia 26 de agosto. Caso semelhante da docente de geografia, que tomará a segunda dose no dia 25 e deverá retornar no dia 9 de setembro.


Esses dois professores em teletrabalho ministram regularmente as aulas, por meio do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP). A escola ainda tem outro docente afastado até o dia 30 de agosto, em licença saúde sem relação com Covid, e suas aulas estão em processo de atribuição.


O agravante, na quarta-feira, foi que o professor de história, em exercício regular, faltou ainda sem apresentar justificativa. Os alunos tiveram apenas duas aulas regulares, das sete previstas, e as demais aulas tiveram atividades remotas pelo CMSP, acompanhados pela coordenadora e pelo professor de Apoio Tecnológico, embora com muitas falhas de conexão de internet.


Segundo a dirigente regional de Ensino, Luciana Bianchin Lopes Pereira, o problema já foi reportado o setor competente.


“A escola atendeu os alunos com essas medidas por não ter conseguido professores substitutos em tempo de cumprir integralmente o horário de aulas previsto”, esclarece.

90 visualizações0 comentário