Vendas de Natal devem crescer 5% em São Paulo, revela pesquisa

13° salário e avanço da vacinação são os principais fatores que geram otimismo

Vendas de Natal devem crescer 5% em São Paulo, revela pesquisa

Foto: DIVULGAÇÃO - Estimativa é de que sejam injetados R$ 40 bilhões na economia paulista

Da Reportagem Local
Publicado em 14/12/2021

Esperado por grande parte dos lojistas e principal data para o varejo, o Natal deve movimentar as vendas em São Paulo. Neste ano, segundo a pesquisa realizada pela FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo), com a participação das principais CDLs do Estado, o crescimento ficará em torno de 5%.

De acordo com a entidade, 77% dos consumidores pretendem ir às compras nesse período. Os principais fatores que colaboram para essa expectativa otimista dos lojistas são o pagamento do 13° salário, o avanço da vacinação no estado e a flexibilização do comércio.

A estimativa é de que, somente no Estado de São Paulo, sejam injetados R$ 40 bilhões na economia. Mesmo com boas expectativas, a FCDLESP alerta que o Natal é uma data em que os consumidores costumam presentear, mas a alta da inflação e desemprego em todo país podem diminuir a confiança do consumidor.

O fim das restrições no comércio colabora para que as vendas apresentem maior desempenho  no varejo físico, isso porque, com maior circulação de pessoas, o consumidor deve procurar presentes em lojas físicas. A pesquisa aponta que os shoppings devem receber 40% do volume de vendas do Estado. 

Mesmo com a alta demanda que o e-commerce tem apresentado na data nos últimos anos, a Federação acredita que o volume de vendas será equilibrado entre lojas físicas e on-line. Os setores que mais devem apresentar bom desempenho serão o de vestuário e calçados e, em seguida, o setor de eletroeletrônicos.