Reestruturação traçada pela Fipe prevê redução de 10 cargos na estrutura da Câmara

Também será criada Advocacia Legislativa com profissional aprovado em concurso

Reestruturação traçada pela Fipe prevê redução de 10 cargos na estrutura da Câmara

Foto: CÂMARA DE CATANDUVA - Vereador Gleison Begalli diz que projeto elevará qualidade do Legislativo

Guilherme Gandini
Editor-Chefe

O projeto de reestruturação elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para a Câmara de Catanduva possibilitará a extinção de cerca de 10 cargos de provimento em comissão. O estudo está em andamento e deverá ser concluído até o final de setembro.

De acordo com a Câmara, foi feita uma análise da estrutura funcional, abrangendo despesas com servidores de cargos de provimento em comissão, defasagem de cargos de provimento efetivo e identificação de funções e atribuições. O resultado final dos estudos apontou para a necessidade de alteração na legislação, com a finalidade de sanar as dificuldades.

“Foi elaborado um organograma desejável para a Câmara, com uma estrutura verticalmente hierarquizada e contornos bem definidos, a fim de imprimir clareza sobre a quem pertence cada órgão e a quem respondem os servidores na cadeia de comando”, explicou o presidente Gleison Begalli (PDT).

Segundo ele, será criada uma Advocacia Legislativa, a ser preenchida com profissional aprovado em serviço público. Além disso, serão suprimidos 10 dos 23 cargos de provimento em comissão existentes e ligados à presidência – mantendo-se dois cargos de assessor para cada vereador.

"O trabalho que está sendo feito é muito bom. Estamos aumentando o número de cargos de nível superior, para dar mais qualidade a instituição, fazendo concurso público e reduzindo a folha de pagamento. Aumentando a qualidade dos serviços e fazendo a eficiência nos gastos públicos”, avalia o presidente.

Após a entrega final, o estudo será apresentado aos vereadores para discussão e, posteriormente, encaminhado ao plenário para deliberação. Nessa etapa, os parlamentares poderão apresentar emendas com propostas de alteração.