Projeto Cesta Verde distribui mais de 17 mil quilos de alimentos a moradores de Santa Adélia

Iniciativa faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos do Governo Federal

Projeto Cesta Verde distribui mais de 17 mil quilos de alimentos a moradores de Santa Adélia

Foto: DIVULGAÇÃO - Legenda: Cada Cesta Verde foi composta de frutas, legumes e tubérculos diversos

Da Reportagem Local
Publicado em 02/10/2021

A Prefeitura de Santa Adélia, através da Secretaria do Bem-Estar Social, finalizou essa semana o projeto Cesta Verde, que beneficia usuários da Política de Assistência Social e entidades do município. Desde abril, foram distribuídos mais de 17 mil quilos de gêneros alimentícios, adquiridos diretamente dos agricultores familiares do município e região.

A iniciativa do Governo do Estado faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal. Criado pela Lei nº 10.696/03, o PAA possui a dupla atribuição de fomentar a agricultura familiar e garantir assistência alimentar às populações em situação de risco.

O projeto é desenvolvido no município pela Secretaria do Bem-Estar Social com apoio do Fundo Social de Solidariedade, CRAS e Secretaria de Agricultura.

O agrônomo José Antônio Rigoldi e Fábio Catelan, engenheiro agrônomo da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) da Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento, ajudaram nesse processo de contato e aquisição dos alimentos junto aos produtores. Cada Cesta Verde foi composta de frutas, legumes e tubérculos diversos.

“O programa foi de grande importância neste momento tão difícil em que muitas famílias estão enfrentando sérias dificuldades por conta da pandemia. Essa ação ajudou tanto os pequenos produtores rurais como também a população mais vulnerável de nossa cidade”, destaca a secretária do Bem-Estar Social, Jucieli Costa.

Durante a entrega dos alimentos, a Secretaria do Bem-Estar Social forneceu também folhetos com sugestões de receitas para serem feitas com os produtos que compõem a cesta. Além de promover outras ações com essas famílias.

“Os beneficiários também receberam orientações durante a entrega, entre elas como fazer a prevenção da Covid-19, panfletos informativos das campanhas realizadas pela Política de Assistência Social como a prevenção ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, enfim, fomos além da entrega dos alimentos, também informamos e orientamos os beneficiários”, completa Jucieli.