Primeira semana de janeiro apresenta mais casos que últimos quatro meses juntos

Dados são do Portal de Informações sobre a Covid-19, o Picovid

Primeira semana de janeiro apresenta mais casos que últimos quatro meses juntos

Foto: DIVULGAÇÃO - Foram registrados na primeira semana do ano 655 casos positivos de Covid-19

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local
Publicado em 14/01/2022

Em apenas uma semana, janeiro deste ano apresentou mais casos positivos do que os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro do ano passado somados. Os dados são Portal de Informações sobre a Covid-19 (Picovid), que toma como base os boletins epidemiológicos divulgados pela Prefeitura de Catanduva.

De acordo com o portal, no mês de setembro foram 227 casos positivos, em outubro 76, novembro 73 e dezembro 213, totalizando 589 casos de Covid-19. Na primeira semana de janeiro, Catanduva contabilizou 655 casos da doença.

O boletim divulgado pela Prefeitura também apresentou aumento de óbitos e internações. Em setembro do ano passado, a enfermaria do Hospital Padre Albino estava com 25% de ocupação; o Hospital Emílio Carlos SUS 40% e convênio 12%; Hospital Unimed São Domingos 15% e a UPA 0%. A UTI tinha 0% no Hospital Padre Albino, UPA e convênio do Emílio Carlos; o São Domingos registrava 8% de ocupação e o SUS do Emílio Carlos 14%.

Já em janeiro de 2022, a enfermaria do Padre Albino é de 75% de ocupação; o SUS do Emílio Carlos 90% e o convênio 25%; UPA 10% e Hospital São Domingos 15%. O percentual na UTI é de 28% na UPA, 70% no SUS do Emílio Carlos e 0% no São Domingos, Padre Albino e convênio do Emílio Carlos.

De outubro de 2021 a janeiro de 2022, foram registrados sete óbitos causados pela Covid-19 em Catanduva.

SOBRE O PICOVID

Fundado pelos catanduvenses Adriano Henrique Cantão e Rafael Biagioni de Fazio, o portal é um observatório de dados em que são coletamos os números relacionados à Covid-19 e estruturados de maneira organizada a partir de gráficos e análises.

As fontes são os boletins epidemiológicos do coronavírus emitidos pelas Secretarias de Saúde municipais e base de dados epidemiológicos de Síndrome Gripal do Ministério da Saúde.

O objetivo é produzir uma base de conhecimento sólida, ampla e de fácil entendimento sobre a Covid-19, que pode ser usada tanto pela população local para melhor entendimento da situação, quanto por gestores e autoridades como auxílio na tomada de decisão.

Os boletins divulgados pela plataforma podem ser acessados pelo Facebook (PI COVID); Instagram @picovid.catanduva e no site www.picovid.com.br.