Prefeitura suspende restrições de dias e horários, mas mantém limite de 80% de ocupação

Reuniões com mais de 40 pessoas ficaram proibidas pelo novo decreto

Prefeitura suspende restrições de dias e horários, mas mantém limite de 80% de ocupação

Foto: O REGIONAL - Apesar da flexibilização, continua sendo obrigatório o distanciamento em filas internas e externas

Guilherme Gandini
Editor-Chefe

Novo decreto editado pelo prefeito Padre Osvaldo (PSDB) nesta quinta-feira, dia 16, colocou fim às restrições de dias e horários para todas as atividades de comércio e serviços em Catanduva. O limite de ocupação dos estabelecimentos, entretanto, foi mantido em 80% do máximo permitido no alvará de funcionamento.

A flexibilização levou em conta autorização prevista no Plano São Paulo, o atual cenário epidemiológico e os índices de vacinação alcançados no município: cerca de 80% para a primeira dose e 60% da população com o esquema vacinal completo – duas doses ou dose única.

Conforme o decreto, ficam mantidas as medidas de segurança já estabelecidas e protocolos sanitários, como a proibição de aglomerações, uso obrigatório de máscara em todos os ambientes abertos e fechados, distanciamento de 1 metro entre as pessoas independente do local ou da estrutura do estabelecimento.

Continua sendo obrigatório o distanciamento em filas internas e externas, a higienização de cartão, balcões e outros equipamentos de uso comum, adotar normas e rotinas que favoreçam o atendimento imediato do cliente e evitem aglomeração de pessoas, assim como a fixação de informes, em locais visíveis, especificando o número máximo de cliente permitido.

Ainda, cabe ao proprietário proibir a entrada de pessoas sem o uso de máscara e o afastamento imediato dos colaboradores que apresentarem sintomas de Síndrome Respiratória, monitorando eventuais sintomas durante 14 dias.

BARES E RESTAURANTES

O atendimento em bares, restaurantes, eventos e similares deverão ser feitos somente para clientes sentados, tanto na área interna ou externa, em mesas ou balcões, recomendando-se a limitação máxima de 10 por mesa ou conjunto de mesas. É preciso seguir o limite de 80% de ocupação, incluindo-se na conta prestadores de serviços e convidados.

É vedado consumo de bebidas e alimentos para clientes em pé, bem como qualquer atividade que provoque aglomeração de pessoas em pé ou próximas, tais como pista de dança, casas noturnas, shows, eventos esportivos e similares, independentemente do número de pessoas ou capacidade de ocupação.

Fica proibida, ainda, a reunião de número superior a 40 pessoas em residências, áreas de lazer, ranchos, edículas e chácaras, inclusive para locação, onde responderão locador e locatário.