Prefeitura firma contrato de R$ 49,9 mil sem licitação para mutirão de troca de lâmpadas

Trabalho deverá ser realizado em 600 pontos da cidade até o final do mês de janeiro

Prefeitura firma contrato de R$ 49,9 mil sem licitação para mutirão de troca de lâmpadas

Foto: ARQUIVO/PREFEITURA DE CATANDUVA - Equipes têm cerca de 300 chamados pendentes para atender

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicado em 05/01/2022

A Prefeitura de Catanduva assinou contrato com a empresa JB Light Brasil, de São Paulo, para prestação de serviços de manutenção em pontos do sistema de iluminação pública do município. O investimento será de R$ 49,9 mil, com prazo até 26 de janeiro de 2022.

De acordo com dados do Portal da Transparência do Município, o trabalho deverá ser realizado em 600 locais. A contratada será responsável pela mão-de-obra e equipamentos necessários.

Nas redes sociais, o prefeito Padre Osvaldo (PSDB) afirmou que o objetivo é agilizar a troca de lâmpadas. “Essa é uma das demandas constantes e, por conta da equipe reduzida que temos para executar o serviço, os pedidos levam tempo para serem atendidos”, afirmou.

Segundo o religioso, foram abertas 6.899 ordens de serviço para trocas de lâmpadas e reparos na rede de iluminação pública, no ano passado. Dessas, cerca de 300 estão pendentes e tendem a aumentar.

“Diante disso, contratamos uma empresa de forma temporária para fazer o trabalho noturno e reforçar as atividades. A nossa meta é zerar os pedidos de troca de lâmpadas até o final do mês. Temos a convicção que esse investimento resultará em mais segurança para quem transita pela cidade e em qualidade de vida aos moradores”, frisou.

As solicitações de trocas de lâmpadas ou indicação de problemas na iluminação podem ser feitas a partir do aplicativo Ouvidoria Catanduva ou pelo 0800-772-9152.

PRIVATIZAÇÃO

Em paralelo, a Prefeitura dá andamento ao projeto de privatização dos serviços de iluminação pública. O objetivo é firmar uma Parceria Público-Privada (PPP), na modalidade de concessão administrativa. Consulta pública está disponível na internet com intuito de elaborar edital final para a Concorrência Pública para a contratação. Não há valor estimado no processo.

Vencerá o processo a empresa que oferecer o “Menor Valor da Contraprestação Mensal”, a ser paga com recursos das Contribuições de Iluminação Pública (CIP). O contrato será válido por 23 anos, podendo ser prorrogado até o limite legal de 35 anos. Também está prevista uma Audiência Pública virtual para discutir o tema no dia 18 de janeiro de 2022, às 18 horas.