Prefeitura faz rodada de recape em nove bairros com investimento de R$ 5,1 milhões

Administração municipal informou que recursos são fruto de convênio com o Estado

Prefeitura faz rodada de recape em nove bairros com investimento de R$ 5,1 milhões

Foto: PREFEITURA DE CATANDUVA - Ruas do Jardim Amêndola foram as primeiras a receber a melhoria

Da Reportagem Local
Publicado em 29/12/2021

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Obras e Serviços, iniciou rodada de recape com investimento é de R$ 5,1 milhões. O trabalho atende ruas do Jardim Amêndola, Vila Celso, Vila Soto, Cidade Jardim, Pedro Monteleone, Vila Engrácia, Conjunto Euclides, Sebastião Moraes e São Francisco.

As ruas Novo Horizonte, Urupês, Uchôa e São João da Boa Vista, no Jardim Amêndola, foram as primeiras a receber o serviço que seguirá pelas ruas Tabatinga, Nações Unidas, 21 de Abril e 7 de Fevereiro, no mesmo bairro. Na Vila Celso, as ruas Catiguá, Tietê, César Marino, Taubaté e Elisiário também receberão melhorias. Somando os dois bairros, o investimento é de R$ 1,82 milhão para 34.845,48 metros quadrados de extensão.

Na Vila Soto, as ruas Cardoso, Salto, Ourinhos, Cananéia, Queluz e Piracaia estão na lista de recape. O Cidade Jardim também será atendido, contemplando as ruas Ucrânia, Juína, Várzea da Palma, Sacramento, Cubatão e Rio Novo. No Pedro Monteleone, serão contempladas as ruas Aniz Buchala, Pedro Berça, João Valzachi, Geraldo Correa e Amador Longhini. Ao todo, serão 32.674,73 metros quadrados com o trabalho, orçados em R$ 1,7 milhão.

Na Vila Engrácia, o trabalho será executado nas ruas Bagê, Atalaia, Rolândia, Florestópolis, Condor e Ponta Grossa. No Euclides Figueiredo, as ruas Antonio Rodrigues, Barbacena, Barão dos Cocais, Bom Sucesso, Gislaine Pirola e Guaxupé também receberão o recape. No Sebastião Moraes, será a vez do serviço ser desenvolvido nas ruas Levi Turin, Mandaguaçú, Medianeira, Porto Murtinho, Sul Brasil, Taquaral e Vila Maria, enquanto que no São Francisco, trecho da rua Colina será recuperado. O investimento nesses quatro bairros é de R$ 1,58 milhão para 30.527 metros quadrados de extensão.

Questionada pela reportagem do Jornal O Regional, a Prefeitura informou que os recursos utilizados são fruto de convênios com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional.