Prefeito considera início de mandato positivo e destaca acesso ao Estado e 12 novos bairros

Funcionalismo público também foi lembrado por Padre Osvaldo

Prefeito considera início de mandato positivo e destaca acesso ao Estado e 12 novos bairros

Foto: O REGIONAL - Padre Osvaldo concedeu entrevista com vários temas e avaliou sua atuação

Guilherme Gandini
Editor-Chefe

O prefeito Padre Osvaldo (PSDB) fez um balanço dos primeiros seis meses do seu mandato, em entrevista exclusiva ao Jornal O Regional. Ele disse considerar positivo o início do trabalho e apontou como destaques a gestão humanizada, a valorização dos funcionários públicos, o acesso ao Governo do Estado e os 12 novos loteamentos.

“Me sinto muito motivado por ter quebrado muitos paradigmas naquilo que havíamos pensado em uma administração humana, voltada para todos os munícipes sem distinção, uma administração onde a equipe gestora pudesse trabalhar nessa visão, a serviço da população, de ter formado uma equipe muito comprometida”, comentou.

Osvaldo diz que todas as demandas foram atendidas. “A provisão de cestas básicas que seriam para 12 meses nós gastamos em cinco meses e já buscamos recursos para manter todas as famílias atendidas.”

Quanto ao funcionalismo público, o prefeito se disse feliz por resgatar a dignidade e valor “dessas pessoas que trabalham com entusiasmo, responsabilidade e amor”, e relembrou os pagamentos do cartão alimentação e do dissídio devido desde 2015.

“Essa abertura que nós tivemos junto ao Estado é ímpar. Em seis meses, consegui em um período recorde, um grande investimento para a cidade de Catanduva e nossa região. Catanduva ser escolhida para ser a (sede da) microrregião também nos dá uma concentração e uma importância para a cidade de Catanduva”, completou.

O chefe do Executivo se disse otimista com o impulso que, segundo ele, será proporcionado à construção civil a partir da liberação de novos loteamentos. Doze foram autorizados e outros 15 estão com processos em andamento.

“Quantos empregos vai gerar nesse futuro próximo na construção civil? Os R$ 51 milhões investidos nas vicinais, vai empregar pessoas de Catanduva. Daqui a algum período, os 12 bairros construindo, quase ao mesmo tempo, vão gerar muitos empregos na parte mobiliária e construção civil. Essa perspectiva de futuro é positiva”, assegurou.