PENEIRA FINA – 27/10/2021

Coluna – QUARTA-FEIRA

PENEIRA FINA – 27/10/2021

EXTRA

O Extra Hiper, uma das lojas âncoras do Garden Catanduva Shopping, está com os dias contados na cidade e, segundo funcionários do local, deverá encerrar suas atividades até o dia 31 de dezembro. O Grupo Pão de Açúcar anunciou na semana retrasada que vendeu 71 lojas do Extra Hiper para o Assaí em negócio de R$ 5,2 bilhões. O Assaí abriu 150 lojas na última década, sendo 25 conversões de unidades do Extra Hiper. Funcionários da loja local serão demitidos, não havendo a certeza de serem reaproveitados pela nova bandeira.

OFERTAS

Os catanduvenses já puderam notar diversas ofertas que estão acontecendo no Extra, tanto no setor de supermercados como no setor da farmácia da rede. A expectativa é que seja realizada uma grande queima de estoque, principalmente em novembro, quando será realizada a esperada Black Friday.

MOÇÃO DE APLAUSOS

A diretoria do jornal O Regional recebeu do vereador Marquinhos Ferreira (PT) moção de aplausos e congratulações pelo Jubileu de Ouro. O vereador deu os parabéns ao matutino, “desejando que continue evoluindo, mantendo sempre sua posição e sua tradição de seriedade e de defesa dos interesses da população, sendo o único jornal de circulação diária da cidade”. Agradecemos ao nobre edil!

ENCONTRO

Depois de participar de forma on-line da reunião com alguns vereadores catanduvenses e ter seu nome bem falado na tribuna pelo vereador Mauricio Gouvea (PSDB), o coordenador regional de Saúde, Osmar Mikio Moriwaki, participou de reunião com o prefeito Padre Osvaldo (PSDB) e a secretária municipal de Saúde, Claudia Monteiro. O encontro foi ontem à tarde, em São Paulo, e segundo a assessoria de imprensa da prefeitura “houve troca de informações sobre as ações e serviços em nível regional, além de algumas colocações pontuais sobre as preocupações com o avanço e combate à dengue.”

CURIOSO

E neste encontro do padre com o coordenador regional de Saúde não foi falado nadinha sobre a conversa com os vereadores? Não foi citada nenhuma palavra sobre a reunião realizada em Rio Preto? Alguns duvidam...

VISITA ILUSTRE

O cônsul-geral da Espanha no Brasil, Dom Miguel Gómez de Aranda Y Villén, a consulesa Cristina Villén, o vice-cônsul da Espanha em São José do Rio Preto, Dom Antônio Cabrera Mano Filho (cujo pai já foi Ministro da Agricultura) e outras autoridades estiveram visitando a cidade de Catanduva e a fábrica Salamanca, famosa por seus jamones serranos, conforme este matutino noticiou na edição de ontem.

PLAZA DE ESPAÑA

Mas o grupo que passou pela Cidade-Feitiço tinha como destino a cidade de São José do Rio Preto, onde participou na semana passada do descerramento da placa que marcou o início da obra da Plaza de España, que terá um obelisco de 45 metros de altura (equivalente a um edifício de 15 andares) como homenagem à comunidade espanhola e aos imigrantes hispânicos que ajudaram no desenvolvimento de Rio Preto e região. O monumento será construído em frente ao Shopping Plaza Avenida. E em Catanduva...

PARCERIA

A Plaza de España faz parte do Projeto Viva Praça – Colônia Viva, parceria público-privada na qual o Poder Público rio-pretense cede a área para homenagear colônias de imigrantes. O projeto da praça é assinado pelo arquiteto Romeu Patriani, inspirado em cidades colonizadas pelos espanhóis e outras da própria Espanha, como Sevilha, Valência e a capital Madri.

SEM AUMENTO

O prefeito de Mirassol, Edson Hermenegildo (PSDB), vetou o aumento de salário e a inclusão do 13ª dele e dos vereadores. A decisão foi divulgada, ontem, pela assessoria de imprensa da Prefeitura. Para os catanduvenses, o nome do prefeito de Mirassol soa familiar. Hermenegildo atuou em Catanduva, como delegado seccional.

VERGONHA NA CARA

O projeto de lei aprovado na Câmara propunha reajuste salarial de 24,86% ao prefeito e aos vereadores, além da instituição do 13º salário e férias. Atualmente, o salário dos vereadores de Mirassol é de R$ 3,6 mil. Já a remuneração do prefeito é de R$ 16,2 mil. Para Hermenegildo, “o projeto de lei se demonstra inconstitucional”. Em sua justificativa de veto, o prefeito também citou a Lei Complementar 173 de 2020, que veda qualquer aumento de despesa, inclusive reajustes de qualquer natureza devido à pandemia da Covid-19.

URNA MÓVEL

Cerca de 1.000 servidores municipais participaram, ontem, do plebiscito realizado pela Prefeitura para definir a forma de pagamento do auxílio-alimentação. Votaram funcionários do Paço Municipal, dos dois pátios de serviços e de várias escolas. A coleta de votos prossegue hoje e amanhã. O procedimento decidirá se os servidores receberão o valor do cartão alimentação em dinheiro, na conta corrente, ou se continuarão recebendo no modelo atual, com um cartão para ser utilizado nos estabelecimentos credenciados.

A FRASE

“Antes, a questão era descobrir se a vida precisava de ter algum significado para ser vivida. Agora, ao contrário, ficou evidente que ela será vivida melhor se não tiver significado.” (Albert Camus, escritor, jornalista e filósofo argelino)