Locação de software de gestão pública da Prefeitura poderá custar R$ 1,7 milhão

Todos os serviços compõem um único lote da licitação com critério do menor preço

Locação de software de gestão pública da Prefeitura poderá custar R$ 1,7 milhão

Foto: O REGIONAL - Todas as rotinas administrativas da Prefeitura são informatizadas

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicado em 11/01/2022

A Prefeitura de Catanduva realiza amanhã, dia 12, às 14 horas, a primeira etapa da licitação que definirá a contratação de empresa especializada pra fornecer licença de uso de um novo software de gestão pública municipal. O valor estimado no processo é de R$ 1,7 milhão.

De acordo com o edital, o sistema deverá oferecer a parametrização de todos os tributos, tarifas, alíquotas e demais informações referentes à legislação vigente. O valor incluirá atualização mensal, instalação, além da importação e conversão dos bancos de dados existentes.

A contratada também assumirá a responsabilidade pela infraestrutura de servidor, treinamento dos usuários do sistema, manutenções e suporte técnico, bem como serviço de hospedagem. O prazo para execução dos serviços é de 12 meses, renováveis a critério da Prefeitura.

O pregão presencial, modelo em que as participantes podem realizar lances, será do tipo menor preço. Todos os serviços exigidos compõem um único lote, portanto, haverá uma única empresa vencedora do processo – que assumirá todo o pacote de serviço exigido pelo poder público.

Considerando a essencialidade do sistema, uma vez que atualmente todas as rotinas administrativas da Prefeitura já são feitas de forma informatizada, a licitação prevê “funcionalidades essenciais” para análise do produto, a serem 100% atendidas pela licitante.

As demais funções deverão ser atendidas em percentual mínimo de 80% na demonstração do novo sistema, com os 20% restantes implementados em prazo de 90 dias após a contratação.

“A Adoção deste critério visa à ampliação da competitividade, dimensionando arestas e diferenças técnicas entre os mais variados aplicativos existentes no mercado”, justifica a Prefeitura.

A empresa com a proposta classificada em primeiro lugar será submetida a uma prova objetiva de conceito, agendada pela Prefeitura em até 10 dias úteis após a apuração e prazos recursais. A atividade terá duração de 5 dias úteis, podendo ser prorrogada por igual período.

Em linhas gerais, o software contempla funções contábeis, de planejamento e orçamento, compras e licitações, patrimônio, almoxarifado, frota, abastecimento, central de atendimento, protocolo e gestão de documentos, ouvidoria, administração tributária, Nota Fiscal Eletrônica, abertura de empresas, recursos humanos, ponto biométrico e o Diário Oficial Eletrônico.