Detran dá dicas de segurança e orienta condutores para viagens de fim de ano

De início, motorista deve portar CNH dentro da validade ou, no máximo, vencida há 30 dias

Detran dá dicas de segurança e orienta condutores para viagens de fim de ano

Foto: DIVULGAÇÃO - Cinto de segurança é item indispensável para o motorista e todos os passageiros

Da Reportagem Local
Publicado em 06/12/2021

Com a chegada do mês de dezembro aumenta o número de turistas e, consequentemente, de veículos circulando por praias do litoral e cidades do interior do Estado de São Paulo. Pensando em um trajeto seguro e com o objetivo de manter uma convivência pacífica no trânsito, Juan Carlos Sanchez, diretor de Educação para o Trânsito e Fiscalização do Detran.SP, traz dicas e orientações importantes para que todos curtam suas viagens de fim de ano de uma maneira tranquila e sem esquecer da segurança viária.

“O álcool reduz os reflexos e a capacidade de reação do motorista, podendo gerar acidentes. Dirigir exige máxima atenção, portanto, lembramos que a mistura de bebida e direção não combina. Além disso, motoristas flagrados embriagados ou que se recusam ao teste do bafômetro recebem multa de quase R$ 3 mil e respondem a processo de suspensão da CNH. Quem apresenta mais de 0,34 miligramas de álcool por litro expelido no sangue, responde na justiça por crime de trânsito”, alerta.

As estradas trazem diferentes limites de velocidade segundo o seu traçado viário. É extremamente importante que os condutores de veículos estejam atentos à sinalização das pistas. Além disso, dirigir acima do limite máximo permitido pode aumentar o risco de envolvimento em acidentes, por vezes graves, e gerar multas. “Mantenha uma distância segura do veículo da frente para evitar colisões. Não se esqueça que dirigir em rodovia é diferente do que dirigir em cidade. Uma distração pode ser fatal.”

O descanso antes da viagem é outro quesito fundamental para que o motorista faça uma viagem tranquila e segura, principalmente em trechos de longa distância.

O condutor deve portar habilitação dentro da validade ou, no máximo, vencida há 30 dias. Lembrando que a nova legislação definiu um cronograma completo para CNHs que tiveram vencimento entre 1º de março de 2020 e 31 de dezembro de 2022.

Já o veículo precisa estar com o licenciamento em dia; a falta dele é uma infração gravíssima, que pode acarretar uma série de problemas para o proprietário, como apreensão do veículo, multa de R$ 293,47 e sete pontos na carteira. Ambos os documentos estão disponíveis de forma digital; portanto, não se esqueça de deixar o celular devidamente carregado caso seja abordado em alguma fiscalização. Porém não faça uso do aparelho enquanto dirige.

“O telefone celular só pode ser usado quando o veículo estiver estacionado e motor desligado. Ele pode ser utilizado na função GPS, desde que o aparelho seja fixado no para-brisa ou no painel dianteiro. Quando estiver ao volante, não faça selfie, foto ou vídeo da paisagem. Segundos de distração são suficientes para o envolvimento em um acidente de trânsito. Na estrada, isso pode ser fatal”, completa.

Além disso, o cinto de segurança é item indispensável para o motorista e para todos os passageiros. Ele não deve ser retirado nem mesmo em casos de engarrafamento ou quando o sinal estiver vermelho. Crianças com idade superior a sete anos e meio e inferior ou igual a dez anos ou crianças com altura superior a 1,45m deverão, obrigatoriamente, ser transportadas no banco traseiro, utilizando o cinto de segurança.

Já pequenos entre zero e sete anos e meio precisam usar as chamadas “cadeirinhas”, que reduzem os riscos de ferimentos graves em casos de batida ou freada repentina do veículo, pois limita o deslocamento do corpo da criança.