Cinco linhas da Viação Luwasa foram paralisadas este ano por falta de passageiros

Artesp formalizou a suspensão de mais duas linhas suburbanas recentemente

Cinco linhas da Viação Luwasa foram paralisadas este ano por falta de passageiros

Foto: TUDODEONIBUS - Linhas suspensas da Luwasa já deixaram de circular desde julho

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicado em 10/11/2021

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) autorizou a paralisação temporária de cinco linhas intermunicipais da Viação Luwasa, ao longo deste ano, devido à baixa demanda de passageiros.

Em comum, todas tinham Catanduva como ponto de saída. A informação foi dada pela própria agência, em resposta a questionamento feito pela reportagem de O Regional.

As primeiras suspensões oficiais foram das linhas rodoviárias entre Catanduva e Monte Azul e Catanduva e Lins, em 28 de agosto, pelo período de um ano. Na mesma data, a linha suburbana entre Novo Horizonte e Catanduva também foi paralisada pelo período de 90 dias.

Recentemente, a Artesp formalizou a suspensão de mais duas linhas suburbanas, que ligavam Catanduva a Cajobi e a Ibitinga.

As publicações foram feitas no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 30 de outubro, com prazo de 180 dias com as duas operações suspensas. A reportagem de O Regional apurou, contudo, que os ônibus já não circulam pelo menos desde julho.

Apesar de questionada, a Artesp não informou se alguma outra concessionária poderá assumir as linhas durante o período de suspensão.

Quanto à linha que atende o município de Novo Horizonte, cujo prazo da paralisação termina esta semana, informou que o assunto será revisto, podendo ser prorrogada ou não a paralisação do serviço.