Catanduva contabiliza R$ 10,6 milhões gastos com a pandemia até mês de agosto

Valor contratado por dispensa de licitação já chega a R$ 1,1 milhão

Catanduva contabiliza R$ 10,6 milhões gastos com a pandemia até mês de agosto

Foto: O REGIONAL - Percentual de casos considerados graves equivale a 9% do total

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicada em 25/09/2021

O município de Catanduva gastou R$ 10,6 milhões no enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus no ano de 2021. O valor consta em relatório divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), atualizado no mês de agosto.

De acordo com o sistema do TCE, o valor se refere ao total empenhado pelo poder público, sendo que R$ 8,2 milhões foram liquidados e R$ 7,4 milhões efetivamente pagos.

O montante representa despesa de R$ 916,40 por caso confirmado da Covid-19 no ano – considerando-se 18.126 diagnósticos positivos. É também equivalente a 3,82% da receita apurada do município, calculada em R$ 279,7 milhões.

Com relação aos repasses recebidos dentro deste exercício, foram R$ 122,4 mil do Estado e R$ 721,2 mil do Governo Federal. O restante foi obtido no ano passado, chegando a R$ 15,2 milhões destinados de forma específica para o combate à Covid-19.

Um número que se destaca na apuração do TCE é o do valor contratado por dispensa de licitação, que já chega a R$ 1,1 milhão. Por fim, de todo o valor arrecadado, foram repassados para o terceiro setor desenvolver ações de combate à doença a quantia de R$ 84,9 mil.

Outros indicadores são a taxa de letalidade da doença no município, que está em 3,41%, percentual de casos considerados graves, equivalente a 9% do total, e índice de recuperação dos infectados pela doença – que atinge 95,9% no momento.