Adesão ao programa Computador do Professor é prorrogada até 30 de setembro

Docentes devem se inscrever pela plataforma SED para obter reembolso

Adesão ao programa Computador do Professor é prorrogada até 30 de setembro

Foto: GOVERNO DE SÃO PAULO - Iniciativa tem o objetivo de fomentar a tecnologia e promover a inclusão digital

Da Reportagem Local

O programa Computador do Professor, que oferece subsídio de até R$ 2 mil para compra de desktops, notebooks ou tablets para professores do quadro do magistério da Secretaria da Educação de São Paulo, teve suas inscrições prorrogadas até o dia 30 deste mês. A adesão pode ser feita por meio da Secretaria Escolar Digital – SED (https://sed.educacao.sp.gov.br).

A iniciativa tem o objetivo de fomentar a tecnologia e promover a inclusão digital. É permitida a aquisição de apenas um equipamento por servidor, independentemente do número de cargos que ocupe.

A solicitação de reembolso deve ser feita na SED, por meio de formulário eletrônico, até 20 de novembro. É obrigatória a apresentação de nota fiscal nominal ao servidor, com a descrição do equipamento adquirido e o respectivo valor. A nota deve ser anexada no momento da solicitação de reembolso na SED.

A parcela mensal será calculada pelo valor total do benefício devido, dividido pela quantidade de meses entre a solicitação de reembolso e dezembro de 2022 e creditado exclusivamente em conta corrente no Banco do Brasil do beneficiado, e não constará em holerite. É imprescindível que o docente informe os dados bancários na SED.

QUEM PODE PARTICIPAR

O subsídio é válido para professor, titular de cargo, categoria F e Categoria O contratado com aulas ou classes atribuídas ou que exerça função de diretor, vice-diretor, coordenador, supervisor de ensino ou dirigente regional; designados em projetos e programas educacionais da Secretaria da Educação; para atuar no Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP).