Palmeiras bate Flamengo e é tricampeão da Libertadores

Decisão foi emocionante e reuniu ingredientes de uma grande final

Palmeiras bate Flamengo e é tricampeão da Libertadores

Da Reportagem Local/Agência Brasil

O Palmeiras é tricampeão da Libertadores. O Verdão derrotou o Flamengo, por 2 a 1, neste sábado, 27, no estádio Centenário, em Montevidéu. O gol da vitória do alviverde aconteceu na prorrogação e saiu dos pés do atacante Deyverson, que aproveitou o vacilo da defesa rubro-negra.

Os dois times foram os dois últimos vencedores da competição (o Rubro-Negro da edição 2019 e o Verdão da edição 2020).

O Flamengo chegou à busca do tricampeonato continental (venceu em 1981 e em 2019) em um momento de instabilidade da temporada. Após ficar de fora da final da Copa do Brasil (após eliminação nas semifinais diante do Athletico-PR), a equipe da Gávea viu o título do Brasileiro ficar mais distante, pois tropeçou quando poderia diminuir a distância para o líder Atlético-MG.

Assim, a conquista da Libertadores era a grande oportunidade de encerrar a temporada levantando um troféu. O time de Renato Gaúcho contou com força máxima, inclusive o meio-campista uruguaio De Arrascaeta, que desfalcou o time da Gávea em vários jogos da temporada.

O Verdão também buscava a terceira glória da Libertadores (após vencer em 1999 e em 2020) e hoje quebrou um incômodo tabu, voltou a vencer o Flamengo, o que não acontece desde 2017 (neste período as equipes mediram forças em 9 oportunidades, com 5 triunfos do Rubro-Negro e 4 empates).

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 X 2 PALMEIRAS

FLAMENGO - Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Andreas Pereira (Pedro), Éverton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Vitinho); Bruno Henrique (Kenedy) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.

PALMEIRAS - Weverton; Mayke (Gabriel Menino), Gómez, Luan e Piquerez (Felipe Melo); Danilo (Patrick de Paula), Zé Rafael (Danilo Barbosa), Gustavo Scarpa, Raphael Veiga (Deyverson) e Dudu (Wesley); Rony. Técnico: Abel Ferreira.

GOLS - Raphael Veiga, aos 5 minutos do primeiro tempo. Gabigol, aos 27 minutos do segundo tempo. Deyverson, aos 5 minutos do primeiro tempo da prorrogação.

ÁRBITRO - Néstor Pitana (Argentina).

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Caio, Gustavo Gómez, Arrascaeta, Piquerez, Gabigol,