Bax Catanduva se despede do Campeonato Paulista após derrota para Araraquara

Catanduvenses correram atrás, mas não conseguiam superar a defesa da equipe adversária

Bax Catanduva se despede do Campeonato Paulista após derrota para Araraquara

Foto: Ellen Costa/SESI Araraquara - Time catanduvense se despediu da competição estadual

Da Reportagem Local
Publicado em 17/11/2021

Depois de empatar a série em 1 a 1, na noite de sábado, por 69 a 58, a equipe do Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva foi pra cima do Sesi/Araraquara em busca da classificação para a semifinal do Campeonato Paulista de Basquete Feminino. Porém, o resultado não foi o esperado e o time catanduvense se despediu da competição estadual, encerrando a temporada 2021.

Na noite de domingo, 14, o Bax perdeu para o mesmo Sesi/Araraquara por 70 a 64 (parciais: 16-17, 21-17, 21-11 e 12-19). Gabriella Soares, da equipe araraquarense, foi a cestinha do duelo, com 24 pontos. A maior pontuadora catanduvense foi Larissa Carneiro, com 18 pontos. A armadora catanduvense havia desequilibrado na partida da noite anterior, marcando 21 pontos.

O jogo foi equilibrado. Porém, no segundo tempo, logo no início do terceiro quarto, o time adversário conseguiu abrir 10 pontos de vantagem. As catanduvenses correram atrás, mas não conseguiam superar a defesa da equipe de Araraquara.

Para o técnico do time de Catanduva, Cesamar Fernandes, a eliminação foi precoce, pois a equipe tinha condições de chegar à semifinal. “Fizemos três jogos equilibrados, mas, infelizmente não conseguimos desempatar a nosso favor”, destaca o treinador.

Ele ainda analisa a participação de sua equipe na competição deste ano. Cesamar recorda que no início do Paulista deste ano, a intenção era ficar entre as quatro melhores equipes de São Paulo.

“Tivemos cinco vitórias e sete derrotas. E, realmente, queríamos mais duas vitórias, pelo menos. Nosso início foi bom, mas o time se perdeu no meio da competição, conseguindo retomar na fase final. Temos que entender que playoff é um novo campeonato e depende de alguns fatores, que não conseguimos superar, como jogadoras lesionadas e elenco reduzido, o que dificultou na hora da rotação da equipe.”

Além disso, ele cita a principal deficiência de sua equipe: rebotes. “Nossa equipe é baixa e veloz, mas se não tiver rebote defensivo permite ao adversário a segunda chance”, finaliza.

MELHOR DE TRÊS

Relembre como ficou a série melhor de três partidas entre Catanduva e Araraquara nas quartas de final do Paulista: dia 7/11, em Catanduva = Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva 51 x 55 Sesi/Araraquara; dia 13/11, em Araraquara = Sesi/Araraquara 58 x 69 Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva; dia 14/11, em Araraquara = Sesi/Araraquara 70 x 64 Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva.