Bax Catanduva perde segunda partida dos playoffs e é eliminado da Liga de Basquete

Galo venceu a Bruxa por 91 a 57, no ginásio Ditinho Xavier, em Itu

Bax Catanduva perde segunda partida dos playoffs e é eliminado da Liga de Basquete

Foto: JUCA FERREIRA - Ituano sufocou as ações ofensivas e de velocidade do Bax Catanduva

Da Reportagem Local

O AEC/Tietê/Bax Catanduva não conseguiu superar o Ituano Basquete e deu adeus à Liga de Basquete Feminino (LBF) 2021. Na noite fria de quinta-feira (22), o Galo venceu a Bruxa por 91 a 57, no ginásio Ditinho Xavier, em Itu, e fechou a série das quartas-de-final em 2 a 0.

O jogo foi diferente do primeiro encontro entre as duas equipes no playoff. Na primeira partida, a vantagem da equipe visitante, o Ituano Basquete, foi de apenas sete pontos. O placar final foi de 89 a 82.

O Ituano abriu o placar com uma corrida de 8-0 e sufocou as ações ofensivas e de velocidade do Bax Catanduva, fazendo 23 a 7 logo no primeiro período. Com seu jogo imposto no garrafão, o rubro-negro já tinha 23 de vantagem no intervalo (42×19). O terceiro quarto sacramentou a classificação.

Precisando de um milagre, o AEC/Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva se lançou ao ataque. A parcial final, vencida pelas visitantes por 25 a 20, conseguiu reduzir um pouco o deficit, mas não o suficiente para evitar a desclassificação.

A pivô Bianca encerrou sua melhor temporada em 8 anos na Liga com 18 pontos e seis rebotes, Thaissa anotou 11 pontos e Moura teve um duplo-duplo com 10 pontos, 11 rebotes e ainda três tocos.

Agora, a equipe terá um recesso de 15 dias para reapresentação das atletas para o Campeonato Paulista, que tem início marcado para 1º de setembro.

TÉCNICO AVALIA DESEMPENHO

Para o técnico Cesamar Fernandes, suas comandadas entraram em quadra um pouco assustadas. “Deixamos que o adversário impusesse o ritmo de jogo, que foi forte dentro do garrafão. Não acertamos a defesa. As meninas estavam assustadas. No primeiro quarto, impossibilitaram as jogadas de contra-ataque, tirando nossa velocidade, que é nossa principal característica”, analisa.

Segundo ele, Ituano apostou na força física e em uma rotação que dificultou o trabalho das catanduvenses. Infelizmente, na opinião dele, o time não fez boa partida, na contramão do que vinha apresentando. Cesamar afirma que a noite de quinta-feira foi daqueles dias em que “nada dá certo”.

A presidente e armadora do Bax, Natália Burian, acredita que faltou alegria em quadra. “Nós nos omitimos um pouco, mas o resultado do último jogo não reflete o que fizemos no decorrer da Liga. Nós demos um passo grande e nada apaga nosso brilho na competição”.