Audiência dá a Djokovic pelo menos mais 72 horas em Melbourne

Tenista sérvio está em quarentena em um quarto de hotel

Audiência dá a Djokovic pelo menos mais 72 horas em Melbourne

Foto: REUTERS - Autoridades australianas cancelarem visto de Djokovic quando ele chegou no país

Agência Brasil/Reuters

O tenista Novak Djokovic passará pelo menos mais 72 horas em um hotel de Melbourne antes da próxima audiência, marcada para a próxima segunda-feira (10), em sua disputa para reverter uma proibição de entrada na Austrália.

O sérvio está detido em um quarto do hotel Carlton, 5 quilômetros ao norte do Melbourne Park, após autoridades cancelarem seu visto quando ele chegou na Austrália na noite da última quarta-feira.

Em uma audiência na quinta-feira, os representantes do atleta e do ministro da Imigração chegaram a um acordo para que nenhuma medida fosse tomada para deportar o vencedor de 20 Grand Slams do país antes da audiência de segunda-feira em um tribunal federal.

A audiência acontecerá uma semana antes do início do Aberto da Austrália de 2022, um torneio no qual Djokovic tenta o 10º título, e o recorde de 21 títulos de Grand Slam na categoria masculina.

Após uma audiência no início do dia ser adiada, a questão foi reaberta no início da noite para considerar questões procedimentais.

Mais cedo, o juiz Anthony Kelly havia perguntado a advogados quando começaria o Aberto da Austrália e quando o atual campeão do torneio deveria jogar sua primeira partida.

Kelly disse que estava aberto a receber evidências de Djokovic remotamente, a partir da detenção na imigração. Ele também avisou que não será influenciado pelas preferências da Associação de Tênis da Austrália, que quer o assunto resolvido até terça-feira.