Atleta catanduvense estreia no Fight Club e quer seguir Circuito do MMA

Competição reuniu mais de 140 competidores do país em 74 lutas

Atleta catanduvense estreia no Fight Club e quer seguir Circuito do MMA

Foto: DIVULGAÇÃO - Atleta catanduvense, de capacete vermelho, estreou no MMA em competição na capital paulista

Guilherme Gandini
Editor-Chefe

O atleta catanduvense Rafael Oliveira, 19, participou da 14ª edição do Fight Club, evento de MMA Amador que reuniu mais de 140 competidores na capital paulista, no dia 15 de agosto. Responsável por revelar grandes talentos para o MMA profissional nos últimos anos, o torneio somou 74 lutas, com participação de 51 equipes diferentes de três estados do Brasil.

Foi a primeira participação de Rafael Oliveira em uma competição da modalidade. O grande atrativo do Fight Club é que, diante de cinco vitórias, o lutador ganha o cinturão e o acesso à categoria profissional. A performance, entretanto, não foi a esperada e ele acabou finalizado em solo pelo adversário.

O jovem treina na academia União Combat, equipe Tigres de Shaolin. No Kung Fu, tem como professor Lucas Paschoal, faixa preta 2º Dan. Já Eduardo Ferraz é o professor de Muay thai e instrutor de jiu-jitsu.

Rafael disse que a participação foi positiva. “Gostei muito da experiência, mas sabia que não seria fácil, por ser algo novo. Na próxima estarei presente com mais vontade e mais motivado para a vitória, pois a luta passada me motivou ainda mais para seguir na carreira. Agradeço meus professores, o Lucas Paschoal que está comigo desde os meus 13 anos, meu mestre Averaldo de Oliveira e o professor Eduardo Ferraz, pois todos me ajudaram muito.”

De acordo com o professor Lucas Paschoal, o treinamento específico para o desafio de MMA durou três semanas. Agora, o atleta já inicia a preparação para o próximo torneio, previsto para o dia 10 de outubro. “Estamos em busca de patrocínio para conseguir levá-lo para essa próxima competição. É o sonho dele, então precisamos incentivar”, comenta.