Feira do Empreendedor bateu recorde de inscritos e gerou R$ 9 milhões em negócios

Evento encerrou os cinco dias de programação com 190 mil atendimentos

Feira do Empreendedor bateu recorde de inscritos e gerou R$ 9 milhões em negócios

Foto: DIVULGAÇÃO - Analista do Sebrae ressalta a qualidade e a diversidade dos conteúdos oferecidos

Da Reportagem Local
Publicado em 30/10/2021

Mais de 115,3 mil pessoas se inscreveram para aproveitar a programação da Feira do Empreendedor 2021, a maior feira online de empreendedorismo do mundo, que encerrou sua programação de cinco dias nesta quarta-feira (27). Foram 190 mil atendimentos e uma estimativa média de negócios em torno de R$ 9,5 milhões, originários das 296 reuniões de rodadas de negócios realizadas.

Cristiane Ming Oliveira foi uma das beneficiadas dessas aproximações comerciais. Ela é proprietária da Digipaper, empresa especializada em soluções de comunicação e marketing, gestão de treinamento e gestão de conteúdo. A empresa, com sede em Campinas (SP), atua há 27 anos no mercado. No evento, Cristiane teve a oportunidade de negociar com a Otami, agência de comunicação.

“A agência está em busca de parceiros para expandir pelo país. Apresentei minha empresa de acordo com as demandas deles e acredito que vamos fechar negócio”, conta.

A empresária sempre participa das rodadas de negócios promovidas pelo Sebrae. Há um ano, ela conseguiu outros clientes dessa forma. “A rodada de negócio é uma grande oportunidade de diversificar e aumentar a cartela de clientes”, ressalta. Sobre o fato de ser virtual, Cristiane disse que dá até mais resultado: “Você ganha tempo e economiza. Depois, tem que manter o contato para negociar”.

Felipe Oliveira é proprietário da Chocolate Verde, empresa do ramo de alimentação saudável que vende produtos como chia, quinoa, cacau em pó. Com sede em São Paulo, capital, a empresa está há quase 8 anos no mercado e vende seus produtos para supermercados.

Pela primeira vez, Felipe participou de uma rodada de negócios. “Foi muito bom, bem-organizado e com uma comunicação muito eficiente”, destaca. O empresário teve a oportunidade de fazer uma conexão com a Brasbol, empresa importadora e exportadora de cereais e teve 10 minutos para se apresentar. “Houve uma sinergia muito da bacana da minha empresa, dos meus produtos com o que o parceiro tinha a oferecer. Agora, há também uma possibilidade de também comprarmos produtos deles”, explica.

EMPREENDER É PARA TODOS

Realizado em vários pavilhões virtuais com temáticas para quem pretende empreender ou já tem uma pequena ou microempresa, o evento ofereceu mais de 140 horas de conteúdos e mais de 240 atrações. “A busca constante de informações e a necessidade de se atualizar são muito importantes e pudemos verificar o interesse dos empreendedores”, afirma a analista do Sebrae e responsável pela organização do evento, Renata Malheiros.

De acordo com ela, a qualidade e a diversidade dos conteúdos oferecidos foram os pontos que mais agradaram os milhares de participantes. Na opinião do público, as principais palestras foram 'Reinventar é para todos', 'A Mágica da Liderança', 'Líder Integrador', 'Acredite e vá em frente!', 'Apareça na internet com o Google meu Negócio'.

Malheiros também destacou como pontos altos as funcionalidades da plataforma criada especialmente para o evento, a arena da retomada e o próprio lema do evento: empreender é para todos. “Mostramos que empreender é para todo mundo, homens, mulheres, brancos, negros, juniores, sêniores, com deficiência ou não. A diversidade é a mãe da competitividade, pois é por meio dela que conseguimos mais inovação nas empresas”, destacou.

Outro ponto ressaltado por ela é a junção de todas as unidades do Sebrae na execução do evento. “O sucesso é fruto desse trabalho em rede. Quando a gente se junta, faz redes e se ajuda, os resultados vêm com toda a certeza”, comemora.

Para o próximo ano, o Sebrae já planeja a realização da Feira de forma híbrida, com uso de uma plataforma online e realização presencial do evento.