Cia da Casa Amarela lança experimento digital cênico sobre Pablo Picasso para público infantil

Grupo optou por fazer produção com linguagem específica para o vídeo

Cia da Casa Amarela lança experimento digital cênico sobre Pablo Picasso para público infantil

Foto: REPRODUÇÃO - 'Pablo' é adaptação da peça teatral homônima, também da Cia da Casa Amarela

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local
Publicado em 17/10/2021

A Cia da Casa Amarela - uma das maiores referências na dramaturgia e estética teatral para crianças e jovens no Estado de São Paulo - lançou na quinta-feira, dia 14, um experimento digital cênico sobre Pablo Picasso, direcionado à primeira infância (de 0 a 4 anos).

Intitulado como 'Pablo', o experimento é uma adaptação da peça teatral homônima, da própria companhia. “Optamos por criar algo específico para o vídeo porque exige uma linguagem específica. Teatro no vídeo não funciona. Por isso, ao longo da pandemia não postamos peças teatrais na internet. Acreditamos que é preciso produzir algo próprio”, explica Carlinhos Rodrigues, que forma a Cia. da Casa Amarela ao lado da esposa, a atriz Drika Vieira, e do filho, o ator e músico Ian Costa.

O projeto 'Pablo' é apoiado com recursos da Lei Emergencial Aldir Blanc nº 14.017/2020 - Projeto Aprovado nº 05/2021, e faz parte da trilogia 'Cores, Formas e Sensações', que já abordou o universo de Tomie Ohtake em 'Tomie' e de Vincent Van Gogh em 'Vincent'. É um trabalho elogiado por pais, educadores, críticos e especialistas.

“É um trabalho sensorial para o despertar estético dos pequenos. A proposta é a sensibilização do público através da música, cores, formas e interpretação que geram sensações. No Brasil ainda é pouco explorado, mas a Cia da Casa Amarela tem criado espetáculos para bebês desde 2016 e vem se aperfeiçoando, agora também em vídeo”, completa Carlinhos.

Além do experimento digital cênico, já publicado no Youtube, a Cia da Casa Amarela publicará nos próximos dias uma oficina intitulada justamente 'Cores, Formas e Sensações', direcionada e educadores, sobre o experimento.

O roteiro, direção e interpretação estão a cargos de Drika Vieira e Carlinhos Rodrigues. O experimento pode ser acessado em https://www.youtube.com/watch?v=ps45lIbzcoI.