Catanduvense compõe elenco do novo longa-metragem da Turma da Mônica

Ator diz que a cidade, onde ainda reside seu pai, foi inspiração para compor o personagem

Catanduvense compõe elenco do novo longa-metragem da Turma da Mônica

Foto: ARQUIVO PESSOAL - Intérprete de Rolo, Gustavo Merighi entre Rafael Back e Lucas Alves

Guilherme Gandini
Editor-Chefe
Publicado em 15/12/2021

Quanto a turminha do bairro do Limoeiro estrear o novo longa-metragem Turma da Mônica - Lições, no dia 30 de dezembro, mostrará nas telas dos cinemas de todo o país o talento do catanduvense Gustavo Merighi. O filme promete repetir o sucesso absoluto do primeiro da franquia, Turma da Mônica - Laços, visto por mais de dois milhões de brasileiros.

Além de Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali, personagens mais famosos de Mauricio de Souza, Tina e Rolo também serão vistos na telona.

“A turma da Tina é um pouquinho mais velha do que os meninos e chegaram depois mesmo. É uma turminha um pouco hippie, no bom sentido da palavra, porque eles são conectados com a natureza, com a paz, com a reciclagem, então, trazem para a Turma da Mônica um pouco dessa consciência sustentável”, enfatiza Gustavo Merighi, intérprete do Rolo.

O ator explica que Rolo sempre se mete em confusão. “Ele tem cabelo azul, é bem excêntrico. De certa forma tem um flerte com a Tina (Isabelle Drummond), mas no fundo são grandes amigos. Parece que surge um clima entre os dois, só que nunca se apresentam como um casal. São mais amigos do que outra coisa”, conta.

Aos 31 anos, o ator faz um paralelo de sua vida com os personagens dos gibis da Turma da Mônica e diz que a cidade de Catanduva foi inspiração para compor o personagem.

“Eu gostava muito de esporte, então, vivia na rua. Sou de Catanduva, interior de São Paulo, morava em um bairro cheio de molecada. Muito cedo eu já vivia jogando bola. Quando recebi o convite para integrar o elenco do filme foi muito importante para eu mergulhar no universo das histórias em quadrinhos. Os gibis são muito educativos. Acho que todas as questões que a gente precisa entender para crescer, desenvolver e se transformar em seres mais virtuosos estão ali”, comenta ele, que rodou o longa-metragem no início de 2020, antes da pandemia.

ENCONTRO

O ator Lucas Alves e o diretor de teatro Rafael Back, ambos de Catanduva, foram convidados para assistir à pré-estreia do filme no domingo, dia 12, e foram recebidos pelo elenco e pelo diretor Daniel Rezende. Na ocasião, Gustavo Merighi falou com os atores e afirmou que no próximo ano, quando visitar seu pai na Cidade Feitiço, quer desenvolver um projeto com os atores da cidade.

“Eu diria que Lições é um filme para os pais que precisam entender as particularidades e pluralidade dos seus filhos. É uma obra de arte que atinge cada um do público de uma maneira”, avalia Back. “O filme tem uma poesia e tem muitas surpresas para quem gosta da turminha. A cena pós créditos causou um surto na plateia”, completa Lucas Alves, guardando segredo.

FILME

Turma da Mônica – Lições, de 2021, produzido pela Maurício de Sousa Produções e distribuído pela Paris Filmes e Downtown Filmes, é baseado no romance gráfico de mesmo nome escrito por Vitor e Lu Cafaggi, que faz parte do projeto Graphic MSP, e na série de quadrinhos homônima escrita por Maurício de Sousa.

Dirigido por Daniel Rezende, com roteiro de Thiago Dottori e Mariana Zatz, o filme é estrelado por Giulia Benite, Kevin Vechiatto, Laura Rauseo e Gabriel Moreira. Neste filme, Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali têm que lidar com as consequências de um erro, enquanto descobrem o verdadeiro significado da palavra amizade.

A sequência de Laços foi anunciada por Daniel Rezende em junho de 2019. As filmagens ocorreram entre janeiro e fevereiro de 2020, em Poços de Caldas. Devido a pandemia da Covid-19, o filme foi adiado. A nova data de lançamento nos cinemas é 30 de dezembro de 2021.