< Back

Vagas de motoristas crescem 46% no primeiro semestre, segundo o BNE

De janeiro a junho deste ano, foram abertas 1.812 oportunidades

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: Divulgação - Vagas para motoristas aumentaram com a pandemia

Da Reportagem Local

As vagas abertas para motoristas aumentaram 46% no primeiro semestre de 2021, segundo levantamento do Banco Nacional de Empregos (BNE). De janeiro a junho, foram 1.812 oportunidades. No ano passado, os postos de trabalho somaram 1.239 no mesmo período.

Esse aumento está relacionado à mudança comportamental dos consumidores após a disseminação da Covid-19.

"Vimos um aumento das vagas no setor de logística, sendo que as vagas para motoristas estão em destaque. Depois da chegada da pandemia, o consumidor se adaptou ao consumo online, optando por delivery e e-commerce, o que explica o crescimento do número de oportunidades para esses profissionais", conta o CEO do BNE, Marcelo de Abreu.

Os meses de janeiro, fevereiro e março dos anos de 2019, 2020 e 2021 foram os períodos que mais contrataram motoristas. "O início do ano sempre começa aquecido para o mercado de trabalho. Desta forma, nos últimos dois anos, assim como este, o primeiro trimestre se destacou na quantidade de vagas abertas", comenta Marcelo.

Abril do ano passado, mês marcado pelo início da pandemia, foi o que menos apresentou vagas nos três anos, com apenas 75 postos abertos. "Foi um momento difícil, em que muitas empresas ficaram receosas e tiveram que fechar as portas. Hoje, o mercado de trabalho conseguiu retomar, principalmente agora com as campanhas de vacinação em andamento", diz o CEO.

LOGÍSTICA
O segmento de logística cresceu 37% em vagas abertas nos primeiros cinco meses de 2021, sendo que os cargos mais buscados foram: motorista; estoquista; operador de empilhadeira; entregador; motorista de caminhão; auxiliar de expedição; auxiliar de almoxarifado; auxiliar de estoque; conferente de estoque; e ajudante de carga e descarga.

Os candidatos em busca de uma oportunidade devem ficar atentos às vagas de maior demanda no mercado. "Os interessados devem priorizar as plataformas digitais, que hoje são mais efetivas e seguras. Além de se inscrever no site, é necessário deixar os currículos atualizados sempre que possível", finaliza Marcelo.