< Back

Um terço dos idosos tem como meta pagar dívidas nos próximos dois anos, diz pesquisa

Levantamento revela que esse é o plano mais citado por 33% dos entrevistados

Image-empty-state_edited_edited_edited.p

Foto: DIVULGAÇÃO - Insegurança quanto ao futuro é um dos sentimentos mais presentes na terceira idade

Da Reportagem Local

O aumento da população idosa e da longevidade impõe uma série de desafios para a sociedade. Para entender como as pessoas da terceira idade enxergam essa fase da vida e suas expectativas para o futuro, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, realizaram um estudo, em todas as capitais, com a população acima dos 60 anos.

O levantamento revela que para os próximos dois anos, o plano mais citado pelos idosos é o pagamento de dívidas pendentes (33%). Além disso, 33% dos entrevistados pretendem aproveitar a vida com familiares, enquanto 25% querem fazer um tratamento odontológico. Já 24% pretendem viajar pelo Brasil e 23% planejam trabalhar.

A insegurança quanto ao futuro também é um dos sentimentos mais presentes na terceira idade. De acordo com o levantamento, 92% dos entrevistados têm algum temor e preocupação, sendo que o medo de ficar doente e depender de terceiros para tudo (42%) é o principal receio.

Também se destacam o temor de ficar sem dinheiro para o próprio sustento (31%), de não ter saúde física (27%), de perder as pessoas que amam (25%) e de não se sentir útil (20%).

Ainda assim, numa escala de zero a 10, os idosos atribuíram média 7 para o grau de felicidade atual. Entre as classes A/B, a nota média sobre para 8.